Convênio viabiliza investimentos de R$ 1 milhão para revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico

Publicado em 26/12/2019 - 13:46 | Atualizado em 26/12/2019 - 13:51
O convênio vai garantir investimentos de R$ 500 mil na revisão do Plano Municipal do Saneamento Básico. Foto: Marcos de Paula/ Prefeitura do Rio

O prefeito Marcelo Crivella assinou nesta quinta-feira, 26 de dezembro, convênio com o Comitê de Bacia da Baía de Guanabara (CBH-BG) que vai garantir investimentos de R$ 1 milhão na revisão do Plano Municipal do Saneamento Básico. A atualização do plano é prevista pela Lei Federal Nº 11.445 de Saneamento Básico.  A iniciativa viabiliza R$ 500 mil em investimentos a serem repassados ao município pelo Comitê da Região Hidrográfica da Baía de Guanabara e dos sistemas lagunares de Maricá e Jacarepaguá. Mais meio milhão de reais serão investidos diretamente pela a Fundação Rio-Águas.

  – Gostaria de agradecer e parabenizar a todos os envolvidos nesse projeto. Nossa cidade quer, não só revisar, mas também elaborar outros planos importantes no setor. Esperamos que, assim, possamos atrair novos investimentos para a cidade – afirmou o prefeito Marcelo Crivella.

Responsável pela revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico na Prefeitura do Rio, a Fundação Rio-Águas também investirá mais R$ 500 mil na elaboração do documento. A contrapartida da fundação são provenientes das atividades de regulação e fiscalização do contrato de concessão de serviços de esgotamento sanitário na Área de Planejamento 5 (AP5), formada por 22 bairros da Zona Oeste.

 

 

O presidente da Rio-Águas, Claudio Dutra, apresentou o projeto aos convidados.

– Esse documento é um marco na modalidade esgotamento sanitário para o Rio. O plano foi elaborado ao longo de três meses por nossos técnicos. Estamos avançando nesse setor, graças a essas ações – ressaltou Cláudio Dutra, lembrando que o município é dividido em quatro bacias.

O documento também foi assinado pelo secretário de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Sebastião Bruno, e pelo presidente da Fundação Rio-Águas, Claudio Dutra, conta também com a participação do diretor presidente da Agevap (Agência da Bacia do Rio Paraíba doSul), André Luís de Paula Marques; do diretor administrativo financeiro da Agevap, José Eduardo de Oliveira Almeida; e do presidente do Comitê de Baciada Baía de Guanabara (CBH-BG), Marcos Sant’Anna Lacerda.

O presidente do Comitê da Região Hidrográfica da Baía de Guanabara, Marcos Sant’Anna, frisou que a assinatura do convênio “é uma excelente oportunidade de o município se aproximar da composição do comitê”.

– Por isso, o plano é fundamental. Sabemos das dificuldades em garantir a qualidade das águas e o plano pode nortear de forma mais precisa nossas ações. O comitê já deliberou quase R$ 20 milhões entre 2018 e 2019 pra ações de preservação ambiental – comentou Marcos.

Conheça mais sobre os investimentos da Prefeitura no setor e sobre a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico

 

https://drive.google.com/open?id=14kCyrr2JgdTnTGewof5oiaG-B3bhZPO6

 

https://drive.google.com/open?id=1IHsLc-kbuBevaYncHi0HhLwkcdlWoh9z