Rio sedia o Pacto de Milão, fórum global que reúne prefeitos voltados à política alimentar urbana

Publicado em 17/10/2022 - 07:00 | Atualizado em 14/10/2022 - 19:31
A horta da Escola Municipal Alzira Araújo, em Campo Grande - Rafael Catarcione / Prefeitura do Rio

Comprometido com políticas públicas, sistemas alimentares e justiça climática, o município do Rio sedia, a partir desta segunda-feira (17/10), o 8º Fórum Global do Pacto de Política Alimentar Urbana de Milão. Patrocinado pela Prefeitura, o evento reúne até quarta-feira (19/10) mais de 500 delegados, prefeitos e representantes de 162 cidades do mundo, como Paris, Copenhague, Chicago e Washington. A experiência da capital com programas como o Horta Carioca, o Prato Feito Carioca e o Hortas Escolares será apresentada ao público.

Pela primeira vez na América do Sul, o evento realizado na Cidade das Artes apresenta o tema “Comida para Nutrir a Justiça Climática: soluções alimentares urbanas para um mundo mais justo”. O fórum, que é um acordo internacional de prefeitos, vai anunciar os vencedores do Prêmio Pacto de Milão 2022 e os esforços feitos pelas cidades para alcançar as recomendações do pacto.

No Rio, o programa global Prato Feito Carioca, da Secretaria Municipal de Assistência Social, é a política pública que combate a fome em dois eixos: por meio do cartão refeição para trabalhadores informais que ganham até R$ 210, e das Cozinhas Comunitárias Cariocas, que serviram 300 mil refeições em três meses.

O Rio também mantém as Hortas Cariocas, por meio da Secretaria do Ambiente e Clima, que já produziram mais de 50 toneladas de alimentos neste ano, e as Hortas Escolares, da Secretaria de Educação, iniciativa que incentiva a prática da alimentação saudável, promove o melhor aproveitamento da merenda e estimula a troca de informações na área de segurança alimentar.

Skip to content