Secretaria Municipal de Saúde vacina 13.920 nas primeiras três horas no Dia D de Vacinação contra o sarampo

Publicado em 07/03/2020 - 13:48 | Atualizado em 07/03/2020 - 18:47
  • Início/
  • /
  • Secretaria Municipal de Saúde vacina 13.920 nas primeiras três horas no Dia D de Vacinação contra o sarampo
Dia D sarampoMais de 370 postos estão abertos; meta é vacinar 60 mil pessoas. Foto; Mariana Ramos/ Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vacinou 13. 920 pessoas até as 11h deste sábado, 7 de março, o Dia D de Vacinação Contra o Sarampo no Município do Rio. Desde o início do ano, foram aplicadas 596.228 doses da vacina. Mais de 370 pontos de vacinação funcionam hoje até às 17h, incluindo as 233 unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde) e 140 postos extras. A meta é vacinar 60 mil pessoas com idade entre 6 meses e 59 anos. A lista completa dos postos de vacinação pode ser conferida no link http://bit.ly/3awB8IT.

Todos os jovens e adultos com idade entre 15 e 29 anos, mesmo que estejam com a vacinação em dia, serão vacinados. As mulheres que estão amamentando e as puérperas (na fase de até 45 dias após o parto) também são prioritárias, já que os bebês só podem ser vacinados a partir dos seis meses. O foco nesses grupos se justifica porque as maiores taxas de incidência de contaminação pela doença ocorrem justamente nas faixas etárias de 6 meses a 5 anos e de 15 a 29 anos. A vacina só é contraindicada para gestantes e imunodeprimidos (pessoas que têm doenças que enfraquecem a capacidade de defesa do organismo).

O Dia D acontece na mesma semana em que a SMS atingiu a marca de meio milhão de pessoas vacinadas contra o sarampo na cidade. O objetivo é aplicar 2 milhões de doses na população até dezembro de 2020.

O município do Rio registra 100 casos de sarampo, contra 114 registrados ao longo de todo o ano de 2019.

 

Leia também:

 

Fique por dentro de tudo o que acontece na Secretaria Municipal de Saúde do Rio e nos siga nas redes sociais!

   

Categoria: Saúde

7 de março de 2020