Programa Academia Carioca completa 10 anos de sucesso

Publicado em 02/04/2019 - 16:30 | Atualizado em 02/04/2019 - 16:37
  • Início/
  • /
  • Programa Academia Carioca completa 10 anos de sucesso
Reunião do Colegiado Ampliado de Profissionais de Educação Física do Programa Academia CariocaReunião do Colegiado Ampliado de Profissionais de Educação Física do Programa Academia Carioca

Professores da ação se reuniram nesta terça para avaliação e troca de experiências

O Programa Academia Carioca realiza nesta terça-feira, das 9h às 18h, no auditório do Centro Administrativo São Sebastião (CASS), reunião colegiada com todos os professores da ação. O objetivo do encontro é trocar experiências e fazer uma avaliação do serviço que, prestes a completar dez anos, já beneficiou cerca de 136 mil usuários em 202 unidades da rede de atenção em saúde básica.
A primeira Academia Carioca foi inaugurada em 26 de junho de 2009 no Centro Municipal de Saúde Dr. Aloysio Amâncio da Silva, no bairro de Jesuítas, na região de Santa Cruz. O programa tem como objetivo facilitar o acesso às atividades físicas em associação aos cuidados médicos, e melhorar a qualidade de vida da população que utiliza os serviços de saúde, prevenindo doenças e suas complicações.
No Programa Academia Carioca, os exercícios são sempre orientados por profissionais de educação física integrados às equipes de saúde. Além de ginástica em aparelhos, são promovidas atividades como caminhadas, alongamento, dança de salão, capoeira, ginástica laboral, atividades culturais, entre outras atividades de educação em saúde.
Os benefícios da atividade física associada aos cuidados médicos são percebidos no acompanhamento dos usuários, que apresentaram resultados como controle da pressão arterial em 94% dos casos. Em 76% dos usuários reduziram o peso corporal. Além disso, 76% dos participantes tomavam algum medicamento de uso contínuo para controlar as doenças crônicas ou comorbidades. Desses, 68% reduziram a dosagem da medicação, conforme orientação médica. E outros 20% puderam ter o uso do remédio suspenso pelo médico que os acompanhava.
  • 2 de abril de 2019