Novo tomógrafo vai aumentar capacidade de exames no Hospital Miguel Couto

Publicado em 27/05/2019 - 12:26 | Atualizado em 29/05/2019 - 17:09
Prefeitura entrega novo tomógrafo no Hospital Miguel Couto. Foto: Divulgação/Prefeitura

O Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, recebeu ontem um novo e moderno aparelho de tomografia. Foi o quarto a ser colocado em uso na rede municipal de saúde este ano, de um total de dez comprados com os R$ 50,2 milhões da emenda parlamentar da época em que o prefeito Marcelo Crivella era senador O investimento foi superior a R$ 1,6 milhão (custo do equipamento de R$ 1,3 milhão e obras de instalação a R$ 386.939,86). O tomógrafo permitirá a realização de exames com maior qualidade e agilidade. Há duas semanas tinha sido entregue aparelho similar no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

– Em breve, vamos entregar outros seis. O equipamento possibilitará a realização de 3.000 exames por mês. A unidade também recebeu outros aparelhos importantes, e fizemos a renovação do sistema de ar condicionado aqui também. No verão, gerava sempre problemas e reclamações. Agora, todas as máquinas são novas. E estamos instalando no Miguel Couto a primeira ressonância magnética da rede municipal de saúde, que vai permitir melhorar os diagnósticos – ressaltou Crivella.

Dos dez tomógrafos comprados com a emenda dos R$ 50,2 milhões e entregues pelos fabricantes, já estão em uso os dos hospitais municipais Lourenço Jorge, Salgado Filho e Pedro II. Os outros equipamentos serão instalados nos hospitais municipais Ronaldo Gazolla, Rocha Faria, Francisco da Silva Telles, Souza Aguiar e Piedade, que passam por obras de adaptação técnica das salas. O décimo aparelho foi comprado com o rendimento gerado pela aplicação dos R$ 50,2 milhões e foi destinado ao Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador.

– Os novos tomógrafos evitarão a necessidade de transferir pacientes, às vezes com quadro de saúde grave, para realizar exames. Ou seja, a qualidade do atendimento a pacientes que precisam de tomografia vai melhorar ainda mais – informou a secretária de Saúde, Ana Beatriz Busch.

Muito mais investimento na rede

Além dos tomógrafos, com os R$ 50,2 milhões da emenda parlamentar da época em que Crivella era senador foram adquiridos para os hospitais da rede municipal 65 novos carrinhos de anestesia, 16 autoclaves, 985 camas, 481 computadores, 18 focos cirúrgicos, cinco arcos cirúrgicos, dez aparelhos de ultrassonografia com doppler, 60 berços e dois microscópios oftalmológicos. A relação tem também nove aparelhos de raios x móveis, três aparelhos de raios x digitais fixos, um aparelho de ressonância magnética (o primeiro da rede municipal), um mamógrafo, 52 centrífugas laboratoriais, 24 microscópios laboratoriais, e seis lâmpadas de fenda. Por fim, a lista de comprar teve dois aparelhos de ultrassonografia oftalmológica, dois ecobiômetros, dois facoemulsificadores, dois vitreógrafos, 135 bombas de infusão, 45 ventiladores pulmonares, 12 microtomos, cinco processadores de tecidos, 43 macas hidráulicas para sala de trauma, 11 focos cirúrgicos, 10 aparelhos de raios x e outros 60 berços hospitalares.

A rede hospitalar recebeu ainda 509 camas elétricas para substituir as antigas, com recursos que são fruto de outra emenda parlamentar. A mesma emenda também possibilitou a compra de 509 mesas de cabeceira e um aparelho de ultrassom com doppler.

As unidades que estão recebendo os novos equipamentos são os hospitais Souza Aguiar, Barata Ribeiro, Miguel Couto, Lourenço Jorge, Jesus, Evandro Freire, Paulino Werneck, Nossa Senhora do Loreto, Salgado Filho, Piedade, Francisco da Silva Telles, Ronaldo Gazolla, Álvaro Ramos, Jurandyr Manfredini, Albert Schweitzer, Rocha Faria, Pedro II, as maternidades Fernando Magalhães, Carmela Dutra, Herculano Pinheiro, Alexander Fleming e os institutos Philippe Pinel, Nise da Silveira e Juliano Moreira.

  • 27 de maio de 2019