Mutirão de ortopedia em hospitais municipais supera marca de mil cirurgias

Publicado em 15/04/2019 - 16:47 | Atualizado em 15/04/2019 - 17:10
  • Início/
  • /
  • Mutirão de ortopedia em hospitais municipais supera marca de mil cirurgias
Paciente é transportada para sala de cirurgia no mutirão ortopédico nos hospitais municipais do RioPaciente é transportada para sala de cirurgia no mutirão ortopédico nos hospitais municipais do Rio. Foto: Mariana Ramos / Prefeitura do Rio

Hospitais da rede municipal tiveram mais um fim de semana de muitas cirurgias no mutirão de ortopedia, quando 109 pessoas foram operadas, recorde das 13 etapas da ação. No total, o mutirão operou 1.020 pessoas. Lançada pelo prefeito Marcelo Crivella, a ação acontece sempre nos finais de semana, com equipes extras, para não haver impacto na rotina cirúrgica e nos atendimentos de emergência das nove unidades envolvidas.

LEIA MAIS: Campanha contra gripe tem meta de vacinar 1,5 milhão

Iniciado em janeiro, o mutirão de cirurgias ortopédicas vem reduzindo o tempo de internação de casos menos complexos de ortopedia, muito comuns nos hospitais de emergência.

LEIA TAMBÉM: Prefeitura abre processo seletivo para contratação de mais 89 médicos 

Por serem cirurgias consideradas eletivas, são pacientes que passam alguns períodos internados aguardando para serem operados, já que a prioridade nessas unidades são os casos de maior gravidade e risco.

Meta inicial de operações é superada em quase 80%

Com mais esta etapa do mutirão ortopédico, o número de cirurgias na ação já chega a 1.020, superando em 48,47% a meta até aqui, que era de 687 procedimentos. Foram, portanto, 333 cirurgias a mais. Somente neste fim de semana, estavam inicialmente previstas 60 operações e foram realizadas 49 a mais.

A ação acontece em nove hospitais da rede da Secretaria Municipal de Saúde: Souza Aguiar, Miguel Couto, Lourenço Jorge, Barata Ribeiro, Salgado Filho, Evandro Filho, Albert Schweitzer, Rocha Faria e Pedro II.