Maternidade Maria Amélia ilustra mostra sobre nascimento digno e legal

Publicado em 06/12/2022 - 16:45 | Atualizado
A mostra de fotos estará em exibição a partir desta quarta-feira no Corredor Cultural do MPRJ - Edu Kapps/Prefeitura do Rio

Cenas do Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda (HMMABH) ilustram a exposição “NASCER com amor, e ser LEGAL como cidadão”, promovida pela Coordenadoria-Geral de Promoção da Dignidade da Pessoa Humana, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), em conjunto com a unidade e o Instituto DARA (Saúde e Desenvolvimento Humano). A mostra de fotos estará em exibição a partir desta quarta-feira (7/12) no Corredor Cultural do MPRJ, com objetivo de reforçar a importância do registro civil de nascimento para a garantia da cidadania dos recém-nascidos, assim como o direito da mãe a um parto seguro e humanizado.

A exposição mostra o trabalho do Projeto Nascer Legal, do MPRJ, na erradicação do sub-registro civil de nascimento e também a ampliação do acesso à documentação básica no Estado do Rio de Janeiro, por meio de uma comissão permanente e multidisciplinar, a COESUB, em parceria com o Detran-RJ. Um posto de identificação do Detran e um cartório localizados dentro do Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda fazem a emissão de carteira de identidade e CPF para os pais e para os bebês, além da certidão de nascimento dos recém-nascidos.

O HMMABH é uma das unidades retratadas para ilustrar a importância da garantia de um nascimento digno, com qualidade na assistência obstétrica e neonatal e um ambiente acolhedor. Essas condições ajudam para reduzir as taxas de complicações e mortalidade materna.

A exposição será lançada no dia 7 de dezembro, às 16h30 e fica disponível ao público até o dia 7 de janeiro de 2023. O Corredor Cultural fica na sede do MPRJ, na Avenida Marechal Câmara, 370, no Centro do Rio. A entrada é gratuita.

  • 6 de dezembro de 2022
  • Skip to content