Gabinete itinerante da Saúde atua no Pedro II

Publicado em 12/07/2019 - 21:34 | Atualizado em 13/07/2019 - 14:50
  • Início/
  • /
  • Gabinete itinerante da Saúde atua no Pedro II
O Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, é um dos que funcionam 24h. Foto: Divulgação/ Prefeitura Rio

O primeiro dia de atuação do gabinete itinerante da Saúde no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, trouxe bons resultados. A secretária Beatriz Busch e sua equipe chegaram à unidade às 6h30 de hoje e trabalham ao longo do dia com os funcionários do hospital que tem hoje 300 pacientes internados. O objetivo da iniciativa é estar mais perto da população e do dia a dia dos servidores para garantir a melhor assistência e atuar mais rapidamente na resolução dos problemas. A ação continuará amanhã com profissionais e gestores da SMS no hospital.

Até as 16 horas, 235 atendimentos foram realizados e 10 cirurgias feitas. Do total, 11% são casos muito graves. O Pedro II conta hoje com 18 médicos de plantão, dois tomógrafos em funcionamento e equipes no acolhimento para realizar o direcionamento e agendamento de consultas na clinica da família mais próxima dos casos ambulatoriais. Os insumos diários chegaram dentro da programação.

 

Gabinete Itinerante Hospital Municipal Pedro II
O objetivo da iniciativa é estar mais perto da população e do dia a dia dos servidores.
 “Essa estrutura deve garantir a assistência para a grande demanda recebida diariamente, onde sete em cada dez atendimentos são de não munícipes. Teremos obras de manutenção e reforma dos pisos das salas Amarela e Vermelha e finalização da climatização. As cirurgias eletivas foram retomadas e a reposição de roupas está sendo feita, com estoque suficiente. Queremos e estamos trabalhando para que o hospital funcione da melhor maneira possível”, esclareceu a secretária Beatriz Busch.
Outras unidades também participarão da medida

Com o gabinete itinerante, que ocorrerá toda semana, clínicas da família, centros municipais de Saúde (CMSs), hospitais, maternidades, upas, centros e emergência regionais (CERs) e centros de Atenção Psicossocial (Caps) receberão, além da secretária, os subsecretários, superintendentes e outros gestores.

Outra medida adotada será o reforço de profissionais de saúde na assistência. Médicos, enfermeiros e técnicos que estão atualmente trabalhando na gestão irão para as unidades de saúde atender a população, garantindo menor tempo de espera e assistência de saúde aos cariocas.

 

Leia também:

Fique por dentro de tudo o que acontece na Secretaria Municipal de Saúde do Rio e nos siga nas redes sociais!

    

  • 12 de julho de 2019