Agentes de saúde fazem ação em 261 imóveis na Urca para prevenção de dengue, zika e chikungunya

Publicado em 17/02/2022 - 16:44 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Agentes de saúde fazem ação em 261 imóveis na Urca para prevenção de dengue, zika e chikungunya
Ação contra dengue, zika e chikungunya na Urca - Edu Kapps / Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-RJ) realizou na manhã desta quinta-feira (17/02), na Urca, ação de prevenção e controle de arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti. Além de orientar moradores, as equipes realizaram visitas em domicílios e logradouros para buscar e eliminar focos do mosquito.

A concentração foi na Praça Tenente Gil Guilherme, partindo para as ruas Almirante Gomes Pereira, Otávio Corrêa, Cândido Gaffrée e suas transversais. Ao todo, 261 imóveis foram inspecionados pelos agentes da vigilância em saúde (AVS) e sete focos puderam ser eliminados. Amostras das larvas encontradas foram encaminhadas ao laboratório para identificação das espécies.

Em conjunto com a subprefeitura da Zona Sul, a Coordenadoria Geral de Atenção Primária local e lideranças comunitárias, agentes da vigilância em saúde realizaram abordagem educativa em um estande onde havia material de apoio para tirar dúvidas da população e esclarecer sobre os cuidados necessários para evitar a presença do Aedes aegypti. A Comlurb também realizou coleta de material que pudesse servir de criadouros de mosquito e fez limpeza de bueiros com água empoçada.

O superintendente de Vigilância em Saúde, Márcio Garcia, explica a importância da ação nesta época do ano:

 

– No verão, além das altas temperaturas, também temos ocorrência de chuvas. Essa combinação de calor e chuva é muito favorável para multiplicação do mosquito Aedes aegypti. A SMS-Rio, por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, desenvolve rotineiramente uma série de ações de prevenção e controle das doenças transmitidas pelo mosquito. Em 2021 foram realizadas mais de 8 milhões de visitas a imóveis do Município do Rio de Janeiro pelos AVS, para combate e controle das arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti.

  • 17 de fevereiro de 2022