Ações são reforçadas para combater o Aedes aegypti e evitar casos de dengue, zika e chikungunya

Publicado em 14/03/2023 - 07:00 | Atualizado em 13/03/2023 - 18:13
  • Início/
  • /
  • Ações são reforçadas para combater o Aedes aegypti e evitar casos de dengue, zika e chikungunya
Agentes combatem larvas do mosquito da dengue - Edu Kapps / SMS

Chuva e calor são duas situações que favorecem a reprodução do Aedes aegypti. Atenta ao período de maior incidência de dengue, zika e chikungunya – doenças causadas pelo mosquito e chamadas de arboviroses -, a Secretaria Municipal de Saúde reforçou as ações dentro do Plano Verão para combater os focos do inseto. Agentes de vigilância ambiental em saúde já percorreram vários bairros, e os trabalhos seguem na cidade, com visitas programadas a locais como Pedra de Guaratiba, Curicica e Botafogo.

As ações de combate ao Aedes aegypti são realizadas pela SMS durante todo o ano e intensificadas no verão. Somente neste ano, mais de 1,8 milhão de imóveis já foram vistoriados para controle e prevenção de possíveis focos do mosquito, com eliminação ou tratamento de 282 mil recipientes que poderiam servir de criadouro.

Em 2022, foram 10,7 milhões de visitas, com eliminação ou tratamento de mais de 1,7 milhão de recipientes.

A SMS também faz ações educativas e de mobilização social para orientar a população sobre as medidas de prevenção das arboviroses urbanas, visando despertar a responsabilidade individual e coletiva. A maioria dos focos do Aedes aegypti é encontrada nas residências, e por isso é importante que a população auxilie, eliminando possíveis criadouros em suas casas. Quando necessário, é possível solicitar vistoria pela Central 1746.

  • 14 de março de 2023
  • Pular para o conteúdo