Hospital da Mangueira inaugura departamento de geriatria e gerontologia

Publicado em 07/06/2019 - 15:46 | Atualizado em 10/06/2019 - 12:51
Leitos de geriatria do Hospital Municipal Barata RibeiroLeitos de geriatria do Hospital Municipal Barata Ribeiro. Fotos Mariana Ramos/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e a Secretária Municipal de Saúde, Beatriz Busch, inauguraram, nesta sexta-feira, 7 de junho, às 7h30, o novo Departamento de Geriatria e Gerontologia, no Hospital Municipal Barata Ribeiro, na Mangueira. A nova unidade oficializa a fusão do Barata Ribeiro com o antigo Instituto de Geriatria e Gerontologia Miguel Pedro, que funcionava Vila Isabel e foi desativado por problemas estruturais em 2014.

O espaço, com 58 leitos no terceiro andar do hospital, recebeu obras de reforma e climatização dos ambientes com splits, substituição do sistema de iluminação e nova pintura das enfermarias e circulação feitas pela RioUrbe com investimento de R$ 1.160 milhão.

– Hoje eu estou tendo o prazer de estar ao lado da nossa secretária de Saúde e do diretor do Hospital Barata Ribeiro, para inaugurar este centro que cuida das pessoas da terceira idade. O ‘Barata’ está tendo uma ampliação em termos de espaço. Estamos agora com 122 leitos, coisa que o ‘Barata’ nunca teve.  E estamos também com novos equipamentos: três carrinhos de anestesia novos, camas, arcos cirúrgicos em C, temos o serviço de raio-x digital. E o ar condicionado, pois, antes era muito quente. Estamos nos preparando para instalar a tomografia. O hospital está sendo revitalizado e hoje estamos muito felizes por isso – disse Crivella.

As mudanças promovem melhoria na acessibilidade dos usuários e qualificação na atenção ao ambulatório, agora instalado na Policlínica Hélio Pellegrino, na Praça da Bandeira, oferecendo serviços de cardiologia, fisioterapia, pequenas cirurgias e dermatologia. Já os idosos internados passaram a contar com Ortopedia e Cirurgia Plástica no Hospital Municipal Barata Ribeiro.

– Isso entra para a história do hospital. Nós nunca tivemos 122 leitos. Isso fica para a história da cidade. Fico muito grato ao prefeito por ter nos brindado com esta possibilidade de atender a quem tanto merece – acrescentou Radanezi Potengy, diretor do hospital.

A fusão proporciona melhoria e economia dos recursos, entre elas com as escalas de plantão em uma unidade com maior porte. Portanto, o Hospital Municipal Barata Ribeiro passa a ter 122 leitos, contanto com os 58 do novo departamento.

– São leitos em um hospital que tem serviços como ortopedia, cirurgia plástica, plantão 24 horas, laboratório. É a qualidade do atendimento que a gente prometeu e está dando para os nossos idosos na rede municipal de Saúde, disse a secretária.

Vale ressaltar que, com a fusão oficializada pelo Decreto 45.925 de 6 de maio de 2019, nenhum serviço foi suprimido e que a medida foi submetida e aprovada pelo Conselho Distrital de Saúde da AP 2.2.