Crivella pede a servidores municipais que, para aliviar trânsito, expediente acabe mais cedo

Publicado em 17/05/2019 - 14:12 | Atualizado em 17/05/2019 - 14:32
Avenida Niemeyer fechada nesta sexta, 17 de maio. Foto: Hudson Pontes/Prefeitura do RioAvenida Niemeyer fechada nesta sexta, 17 de maio. Foto: Hudson Pontes/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, pediu aos servidores públicos municipais que encerrem o expediente mais cedo nesta sexta-feira, e, assim, diminuam o rush do fim da tarde. Ele esteve por volta das 13h no Túnel Acústico Rafael Mascarenhas, onde no fim da manhã parte da estrutura do teto desabou, interditando a Auto-Estrada Lagoa-Barra.

Crivella também fez um apelo para que moradores da Zona Sul e da Barra da Tijuca permaneçam, se possível, em casa, como forma de evitar mais problemas no trânsito. Além do Túnel Acústico, segue fechada a Avenida Niemeyer, devido ao escorregamento de terra ocorrido na quinta-feira. As opções para quem chega ou sai da Barra da Tijuca são Alto da Boavista e Linha Amarela.

– Quero pedir aos funcionários públicos do município que interrompam as atividades mais cedo e possam ir para casa, para que na hora do rush a gente tenha menos carros nas ruas. Quem mora na Zona Sul e na Barra, se puder, deve evitar sair de cada hoje, devido à Niemeyer e à Lagoa-Barra estarem com problemas – disse Crivella, que destacou que a Prefeitura está concentrando esforços para normalizar a situação o quanto antes.