Prefeitura realiza workshop para debater mudanças no clima até 2050

Publicado em 10/07/2019 - 15:38 | Atualizado em 10/07/2019 - 15:39
Oficina sobre Cenários de Emissão e de Redução de Gases de Efeito EstufaOficina sobre Cenários de Emissão e de Redução de Gases de Efeito Estufa

A Prefeitura do Rio realiza nesta quarta-feira, 10/07, o segundo dia da Oficina sobre Cenários de Emissão e de Redução de GEE (Gases de Efeito Estufa), parte da preparação do Plano de Ação Climática municipal. O objetivo é elaborar metas para a redução de emissões de GEE na cidade e definir as ações prioritárias para mitigar os efeitos da mudança do clima até 2050. O workshop, organizado pelo Escritório de Planejamento da Secretaria Municipal da Casa Civil, conta com a participação de representantes de órgãos e entidades municipais e de outras esferas dos setores público e privado, como Ternium, Furnas, Eletrobras, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Rio Ônibus, Casa do Futuro e Cedae. A oficina tem apoio técnico da C40 Cities, rede internacional de cidades para a troca de experiências e ações para o combate às mudanças climáticas.

Durante dois dias, técnicos da Prefeitura do Rio e representantes do setor privado estão reunidos para discutir os caminhos da cidade na redução de gases do efeito estufa, alinhando os esforços do município com os objetivos e ambições do Acordo de Paris. O compromisso internacional é limitar o aumento da temperatura média global a 2°C acima dos níveis pré-industriais (com esforços para manter abaixo de 1,5°C) e aumentar a capacidade de resiliência das cidades diante dos impactos inevitáveis da mudança do clima. O Plano de Ação Climática (CAP, Climate Action Plan) da Prefeitura tem como meta alcançar a neutralidade de emissões até 2050.

O Plano de Ação Climática faz parte do Plano de Desenvolvimento Sustentável (PDS), que tem como objetivo principal construir uma visão de longo prazo para orientar as políticas públicas da do Rio nos próximos 30 anos. Todas as etapas de trabalho do PDS incorporam os conceitos de sustentabilidade, com foco em cinco temas transversais: mudanças climáticas e resiliência; igualdade e equidade; longevidade e qualidade de vida; cooperação e paz; e governança.  O PDS está sendo desenvolvido pela Subsecretaria de Planejamento e Acompanhamento de Resultados, da Secretaria Municipal da Casa Civil, com a participação de setores da sociedade civil.