Prefeitura do Rio inicia campanha por praias mais seguras para mulheres

Publicado em 27/01/2022 - 18:45 | Atualizado
Campanha Rio + Seguro para Mulheres - Divulgação / Prefeitura do Rio

A campanha “Rio + Seguro para Mulheres” teve início nas praias nesta semana com a ocupação das areias da orla da Zona Sul e a divulgação do site da iniciativa, no Arpoador. Por meio desse projeto, lançado no Réveillon, as mulheres podem ligar automaticamente para os serviços de socorro em caso de violência. O material é traduzido em inglês, francês e espanhol, com o objetivo ajudar qualquer mulher que esteja no Rio de Janeiro, seja brasileira, migrante ou turista, a pedir ajuda.

A Secretaria da Mulher do Rio, em parceria com a Organização Internacional para Migrações, a Riotur, a Seop, a Subsecretaria da Zona Sul e o Sindicato dos Barraqueiros, disponibilizou nas barracas de sol da Prefeitura um cartão para acesso ao site https://riomaisseguro.rio.rj.gov.br/. Basta apontar a câmera do celular para um QR Code impresso no material. Além dos pedidos de socorro e denúncia, os usuários também podem saber sobre todos os tipos de violência contra a mulher e sobre as leis brasileiras.

De acordo com a Secretária da Mulher, Joyce Trindade, a campanha é fundamental para divulgar ao máximo os números para ajudar mulheres em situação de violência.

 

– A informação salva vidas. O site está traduzido nesses idiomas para que qualquer mulher consiga pedir ajuda sempre que precisar.

 

Para o coordenador de Projetos, Diogo Felix, o projeto cumpre a necessidade de inclusão de todas as mulheres em uma campanha municipal.

 

– A Prefeitura do Rio acerta na abordagem inclusiva da campanha, garantindo que mulheres migrantes e turistas também possam acessar as informações e receber proteção e apoio.

 

O Secretário de Ordem Pública, Breno Carnevale, ressaltou a importância da ação durante a Operação Verão.

 

– Estamos trazendo a Ronda Maria da Penha para fazer este trabalho de conscientização e prevenção contra a violência contra as mulheres.

 

A ação faz parte da campanha de enfrentamento à violência contra a mulher de 2022 da Secretaria. Segundo a subprefeita da Zona Sul, Ana Ribeiro, colocar um tema tão relevante no centro das atenções e utilizar as areias cariocas para divulgar vai colaborar com a proteção de muitas mulheres, além de mobilizar a sociedade com o assunto.

  • 27 de janeiro de 2022