Prefeitura inaugura placa de patrimônio cultural do Teatro Casa Grande, no Leblon

Publicado em 12/01/2023 - 22:03 | Atualizado
O Teatro Casa Grande, no Leblon, ganhou a já tradicional plaquinha azul - Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio inaugurou, nesta quinta-feira (12/1), a placa de patrimônio cultural do Teatro Casa Grande, no Leblon, na Zona Sul da cidade. O tradicional teatro de 56 anos havia sido declarado Patrimônio Cultural Carioca no último dia 20 de outubro, por meio de decreto publicado no Diário Oficial do município. Com a homenagem, o espaço passa a integrar o Circuito dos Teatros do projeto Circuitos do Patrimônio Cultural Carioca, organizado pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH).

– Essa placa simboliza a gratidão e a homenagem do prefeito Eduardo Paes à história e à cultura do Rio de Janeiro. Esta inauguração, aqui no Teatro Casa Grande, um ambiente conhecido historicamente como símbolo da liberdade e da democracia, não poderia acontecer em melhor momento. Acontece justamente agora, quando é importante entender que só estamos tendo um país reorganizado porque a democracia prevalece – afirmou o secretário de Governo e Integridade Pública, Tony Chalita.

Esta é a terceira placa do Circuito dos Teatros, que ainda em 2022, homenageou o centenário de nascimento da grande atriz e cantora Bibi Ferreira, com uma placa de patrimônio instalada na Avenida Rui Barbosa 664, no Flamengo, onde morou. A primeira placa do circuito prestigiou o Teatro Rival, do Centro, em 2014.

– O Circuito dos Teatros foi criado para identificar e destacar locais de espetáculos importantes para a cultura carioca e homenagear artistas que se destacaram nos palcos teatrais.  A instalação da placa azul ajuda a resgatar a memória da cidade, eternizando nas paredes dos imóveis parte de nossa história – explicou a presidente do IRPH,  Laura Di Blasi.

A escolha leva em consideração a importância do Teatro Casa Grande, inaugurado em 1966 com o nome Café Teatro Casa Grande, para a história do Rio e para o cenário cultural do município e do país. A placa destaca essa importância, ao informar que o teatro “se tornou espaço de debate e resistência durante o regime militar, vindo a ser conhecido como território livre da democracia no Brasil”.

– Este ano, o Casa Grande completa 57 anos de arte e luta. Estar aqui hoje, ganhando esse reconhecimento de patrimônio cultural, é muito especial. O teatro é um território livre, onde todos são iguais – declarou Léo Haus, um dos diretores do teatro.

A inauguração contou com a presença de outras autoridades municipais, como o subprefeito da Zona Sul, Flávio Valle, e de representantes da classe artística.

Circuitos do Patrimônio Cultural Carioca

As famosas plaquinhas azuis de identificação de bens e locais começaram a ser instaladas em 1992; mas, desde 2010, os Circuitos do Patrimônio Cultural Carioca começaram a ser feitos por temas que valorizam o patrimônio cultural. Os circuitos deixaram de ser focados em arquitetura e passaram a abranger temas livres, ligados à cultura e à identidade carioca. Por meio da fixação de uma placa informativa, a Prefeitura do Rio seleciona locais de destaque para cada tema. Em cada placa, os visitantes podem saber um pouco mais sobre o local e sua importância para a história da cidade e para o tema em questão.

São 22 circuitos com bens culturais espalhados por toda a cidade. Entre os circuitos, temos: Liberdade, Art-Déco, Cinemas, Trem, Botequins, Águas, Samba, Bossa Nova, Praça Tiradentes, Herança Africana, Choro, Negócios Tradicionais, Literatura e outros.

  • 12 de janeiro de 2023
  • Skip to content