Prefeitura inaugura Centro de Referência da Pessoa com Deficiência de Mato Alto

Publicado em 13/08/2020 - 19:01 | Atualizado em 13/08/2020 - 19:01
Espaço será referência no atendimento a pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Foto: Nelson Perez/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMDT), inaugurou nesta quinta-feira (13/08), o Centro de Referência da Pessoa com Deficiência (CMRPD) de Mato Alto, localizado na Praça Seca, em Jacarepaguá, Zona Oeste. O local tem uma grande demanda por atendimento a pessoas com deficiência, principalmente pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Crivella, acompanhado da primeira-dama Sylvia Jane, do secretário da SMDT, Marco San, e da subsecretária da SMDT, Isabel Gimenez, percorreu o novo espaço. Ele entrou nas salas, cumprimentou a equipe do NIAF – Núcleo Integrado de Atendimento à Família e reforçou a importância de a cidade ter um Centro de Referência pioneiro no desenvolvimento de políticas públicas voltadas ao autismo.

– Nós aqui vamos desenvolver muitas técnicas de atendimento as pessoas com deficiência, que certamente vão poder ser adotadas no Rio e fora do Rio – disse o prefeito. – É um espaço inovador – completou.

O CMRPD foi totalmente reformado e equipado com novos equipamentos. Conta com salas de atendimento, refeitório, consultórios médicos, salas de informática, piscina, vestiários e um anfiteatro a céu aberto. No segundo andar, o CMRPD tem seu grande diferencial: um centro de atendimento exclusivo para pessoas com autismo com capacidade de atender 100 pessoas.

– Hoje é um dia de muita felicidade. Depois de muitos anos conseguimos entregar um equipamento desses, cuidando das   pessoas, na área onde há a maior concentração de pessoas com deficiência – explicou o secretário Marco San.

No momento, no entanto, em função da pandemia, as aulas e consultas presenciais estão suspensas, assim como oficinas e reabilitação. O CMRPD ficará limitado apenas ao atendimento de profissionais (assistentes sociais) do NIAF – Núcleo Integrado de Atendimento à Família, que passarão orientações aos usuários (cadastro e obtenção de tratamento remoto) sobre os serviços da SMDT e possíveis formas de tratamento.

Os Centros de Referência da Prefeitura do Rio possuem equipes multidisciplinares, formadas por fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, intérpretes de libras, instrutores de oficinas e atividades culturais, artísticas e esportivas. Além do CMRPD de Mato Alto, ainda existem seis centros, em Vila Isabel, Campo Grande, São Conrado, Centro, Irajá e Santa Cruz. Todos, em função da pandemia, estão com as atividades presenciais suspensas.