Seop apreende cerca de 200 quilos de cobre sem procedência em ferro-velho no Engenho da Rainha

Publicado em 04/02/2022 - 13:12 | Atualizado
A Seop intensificou a fiscalização em ferro-velhos a fim de coibir ilegalidades - Divulgação

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) apreendeu, na manhã desta sexta-feira (4/2), cerca de 200 quilos de cobre durante operação de combate a irregularidades em ferro-velho localizado na Rua Augusto e Sousa, no bairro do Engenho da Rainha, na Zona Norte. As ações para coibir ilegalidades em ferro-velhos foram intensificadas pela Seop com o objetivo de evitar furtos e receptação de itens, como cabos e fios de concessionárias de serviços públicos, além de verificar irregularidades nos alvarás de funcionamento e denúncias de ligações clandestinas de energia elétrica e água.

O secretário de Ordem Pública Brenno Carnevale e o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz, acompanharam a operação, que teve apoio do Grupamento de Operações Especiais da Guarda Municipal do Rio.

 

– Achamos cerca de 200 quilos de cobre, parte desse material já queimado, indicando procedência duvidosa. O estabelecimento será multado e o responsável encaminhado para delegacia para prestar esclarecimentos sobre a origem do material. Esse é um desafio da Secretaria de Ordem Pública na fiscalização desses estabelecimentos, que muitas vezes acabam contribuindo para depredação do patrimônio público, resultando em prejuízos para a cidade e para o cidadão como um todo – afirmou o secretário Brenno Carnevale.

 

Durante a fiscalização, outras irregularidades foram constatadas, como a ocupação ilegal do espaço público por depósitos, banheiros e uma câmara frigorífica. Três carcaças de veículos que estavam em via pública foram removidas. Além disso, foram constatados pontos de furtos de água e energia elétrica por funcionários da Cedae/Águas do Rio e Light. O responsável pelo estabelecimento foi conduzido para a 21ª DP (Higienópolis) para explicar a origem dos materiais apreendidos.

 

– No ano passado, tivemos mais de 200 casos de furtos de fios em sinais de trânsito na Zona Norte, que correspondem a 50% dos furtos deste tipo na cidade inteira. Isso dá um prejuízo estimado em mais de R$ 100 mil por mês. Quando achamos um estabelecimento com mais de 200 quilos de cobre é uma operação de sucesso. Essa ação vai beneficiar a CET-Rio, a Subprefeitura e a cidade como um todo. Vamos continuar agindo, tanto com inteligência quanto com reparo na ponta para que possamos sanar esse problema de uma vez por todas – destacou o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz.

 

Planejada pela Subsecretaria de Operações da Seop, ação contou com apoio de órgãos vinculados, como as coordenadorias de Controle Urbano (CCU) e de Licenciamento e Fiscalização (CLF), Gerência de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (GFER) e Guarda Municipal, além do apoio da Comlurb.

Desde junho de 2021, quando as ações nesses estabelecimentos foram intensificadas, 52 ferro-velhos foram fiscalizados na cidade, resultando na aplicação de 16 multas por irregularidades constatadas e 12 interdições. Ao todo, 71 ligações clandestinas de energia elétrica e 56 de água foram removidas pelas equipes durante as operações.

  • 4 de fevereiro de 2022