Prefeitura realiza mais uma operação de ordenamento e apreende dezenas de barracas e estruturas no calçadão de Campo Grande

Publicado em 15/06/2023 - 11:36 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura realiza mais uma operação de ordenamento e apreende dezenas de barracas e estruturas no calçadão de Campo Grande
Na ação foram apreendidas dezenas de grandes estruturas como barracas, além de centenas de produtos de ambulantes irregulares - Divulgação

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) e a Subprefeitura da Zona Oeste realizaram, nesta quinta-feira (15/6), mais uma grande operação de ordenamento, desta vez no calçadão de Campo Grande, área com grande índice de reclamações da população e que sofre influência do crime organizado. Na ação foram apreendidas dezenas de grandes estruturas como barracas que eram deixadas em área pública, além de centenas de produtos de ambulantes irregulares, caixotes, lonas e carrinhos (burrinhos). A Comlurb coletou 1,5 tonelada de lixo.

– É lamentável que alguns comerciantes ambulantes insistam em desrespeitar o espaço público, os pedestres, os comerciantes lojistas e os ambulantes legalizados. Nós vamos insistir nesse tipo de operação para apreender mercadorias, estruturas, tudo que tiver em área pública de forma ilegal. O trabalho ambulante é importante, mas também é  primordial o respeito à coletividade e a organização da cidade. Nós vamos continuar fazendo essas grandes operações, especialmente nos centros comerciais da Zona Oeste como Campo Grande, Bangu e Santa Cruz. Seremos implacáveis no que diz respeito ao cumprimento da lei – enfatizou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Essa é mais uma ação de ordenamento na Zona Oeste, que está recebendo, constantemente, grandes operações nos calçadões de Bangu, Campo Grande e Santa Cruz.

– Não podemos compactuar com a ilegalidade. Recebemos inúmeras reclamações do calçadão de Campo Grande. As pessoas não conseguem transitar de tanto camelô irregular que tem lá. Fazemos operação toda a semana, notificamos verbalmente os ambulantes irregulares, pedindo para que se regularizem na Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização, mas não adianta. Infelizmente, vamos ter que continuar realizando essas operações até as pessoas entenderem que precisam da licença para trabalhar nos calçadões da Zona Oeste – afirmou o subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

  • 15 de junho de 2023
  • Skip to content