Prefeitura do Rio realiza o replantio de árvores envenenadas no Calçadão de Campo Grande

Publicado em 14/11/2021 - 12:21 | Atualizado
As árvores plantadas são idênticas às que morreram: uma muda na espécie oiti e outras duas mudas na espécie pata de vaca - Divulgação

Equipes da Fundação Parques e Jardins (FPJ) realizaram na manhã deste domingo (14/11), no Calçadão de Campo Grande, o replantio de três mudas de árvores que haviam sido envenenadas no último mês. As novas mudas irão receber um monitoramento especial por parte da Prefeitura do Rio como forma de coibir crimes ambientais semelhantes.

As árvores plantadas são idênticas às que morreram: uma muda na espécie oiti e outras duas mudas na espécie pata de vaca. As três são árvores urbanas, ou seja, vegetais mais resistentes e adequados para se desenvolverem em logradouros públicos.

Em 13 de outubro, a Fundação Parques e Jardins recebeu a denúncia de um provável envenenamento de três árvores localizadas no calçadão de Campo Grande. Após uma vistoria cuidadosa, as equipes da FPJ constataram que, infelizmente, as espécies estavam sem vida. As árvores foram perfuradas no tronco para a ingestão de uma substância tóxica que tem sua comercialização proibida. O caso foi comunicado à Patrulha Ambiental que realiza uma investigação sobre o crime.

Além da remoção completa das árvores, realizada pela Comlurb, foi necessário um processo de descontaminação do solo com a retirada de um grande volume de substrato para o plantio das novas mudas.

  • 14 de novembro de 2021