Guardas e policiais ajudam jovem de São Paulo que estava perdido no Recreio dos Bandeirantes a reencontrar a família

Publicado em 19/09/2021 - 18:10 | Atualizado em 19/09/2021 - 18:11
Jovem paulista que estava perdido vai reencontrar a família - Divulgação/Prefeitura

Agentes da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) e da Polícia Militar empregados na Operação de Reforço na Fiscalização na Orla da Cidade ajudaram no sábado (18/09) um jovem paulista de 22 anos que estava perdido no Rio de Janeiro desde o dia 09 de setembro. O jovem morador da cidade de São Sebastião, em São Paulo, abordou a equipe na altura do Posto 10 do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste, e contou que estava perdido.

Ele relatou ainda que após enguiçar o carro nas proximidades da Praça Luís de Camões, no Centro , teve os pertences roubados ficando sem dinheiro para retornar para sua cidade e também não estava conseguindo fazer contato com os parentes. As equipes prestaram auxílio ao jovem e conseguiram identificar a família por meio das redes sociais e contatá-los para informar sobre o paradeiro do jovem. Eles também acionaram a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) para acolher o jovem e a 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para realizar os demais trâmites legais.

Balanço da Operação de Reforço na Fiscalização da Orla – A operação de reforço na fiscalização realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e pela Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) está acontecendo diariamente na orla da cidade contando com emprego de 175 guardas municipais, com foco na promoção da segurança dos cidadãos e também no ordenamento urbano das praias. O trabalho é realizado de forma integrada com as forças de segurança.

Desde o início das ações, no dia 26 de agosto, até o dia 18 de setembro, a GM-Rio registrou oito prisões, incluindo o caso de estelionato e de um homem que cortou coqueiros em Copacabana, além de furtos, depredações e posse de drogas. Os agentes também atuaram em 63 conduções para delegacia e/ou averiguação de situações suspeitas após denúncias de cidadãos ou pela Central 1746. No primeiro dia de atuação, foram feitas 42 abordagens resultando na condução de 11 pessoas para delegacias da região. Além disso, equipes do Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM) atuaram com a Polícia Militar para conter um tumulto em um ponto de ônibus na Avenida Prado Júnior. Já no dia 09 de setembro, guardas foram acionados pelo motorista de um ônibus da linha 483, na Av. Princesa Isabel, para conter pessoas que entraram pela traseira do veículo sem pagar a passagem e estavam provocando tumulto. As equipes impediram qualquer tipo de depredação e em seguida o ônibus seguiu viagem.

Em relação a fiscalização das posturas municipais e em relação às ações de ordenamento, foram registradas 1.378 multas de trânsito, 88 infrações sanitárias. Foram apreendidos 586 produtos que estavam sendo vendidos sem autorização, ainda foram apreendidos oito coletes com flanelinhas, coibindo a ação deles. Também foram retiradas quatro barracas de camping da praia, três churrasqueiras. Foi impedida uma prática esportiva em local e horário proibido.

As equipes da GM-Rio também estão distribuindo pulseiras de identificação na areia das praias e os agentes ajudaram, até o momento, duas crianças perdidas a reencontrar os responsáveis. Além disso, o Grupamento Marítimo Municipal (GMM) também vem atuando na fiscalização de embarcações, verificando documentação, fiscalizando o cumprimento das medidas sanitárias e coibindo aglomerações, entre outras coisas.

Skip to content