Secretário de Meio Ambiente anuncia criação de coordenadorias de Amazônia e Mata Atlântica no CB27

Publicado em 23/04/2021 - 11:12 | Atualizado

Em celebração ao Dia da Terra, o secretário de Meio Ambiente da Cidade do Rio, Eduardo Cavaliere, anunciou, nesta quinta-feira (22/04), a criação das coordenadorias de Amazônia e Mata Atlântica no Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27). O anúncio foi feito por meio da carta “Regeneração Verde: Capitais pela Defesa Dos Biomas”, que joga luz à relevância e protagonismo das 26 capitais e do Distrito Federal em torno do compromisso com a sustentabilidade.

O posicionamento reconhece que a preservação dos ecossistemas é “condição necessária para a preservação da rica biodiversidade nacional e fundamental para a mitigação dos efeitos das emergências climáticas”, e aponta o federalismo ambiental como um dos caminhos para reunir esforços nacionais e internacionais em defesa dos biomas.

– A Floresta Amazônica funciona como uma bomba d’água. Ela puxa para dentro do continente a umidade evaporada no mar. Se perdermos esses biomas, os impactos ocorrerão, em efeito cascata, por exemplo, na produção de soja no Centro-Oeste ou em eventos climáticos extremos aqui no Rio de Janeiro, uma cidade no bioma de Mata Atlântica. Com isso, o que estamos afirmando e alertando é que discutir a conservação da Amazônia é sim uma pauta urbana – pontua o secretário Eduardo Cavaliere, presidente do CB27.

Os secretários de Meio Ambiente escolhidos para coordenar as pastas são Sérgio Brazão e Silva, de Belém, que comandará a coordenação de Amazônia, e Edna França, de Salvador, para a coordenação de Mata Atlântica.

Confira a carta na íntegra aqui

  • 23 de abril de 2021