ONU inclui programa Hortas Cariocas, da Prefeitura do Rio, na lista de ações essenciais para alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Publicado em 28/08/2020 - 10:40 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • ONU inclui programa Hortas Cariocas, da Prefeitura do Rio, na lista de ações essenciais para alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável
Programa Hortas Cariocas recebe reconhecimento da ONU. Foto: Marco Antonio Rezende / Prefeitura do Rio

 

Mais de 33 toneladas de alimentos já foram distribuídos desde o início da pandemia, beneficiando 4 mil famílias em situação de vulnerabilidade social

 

O programa Hortas Cariocas, da Prefeitura do Rio de Janeiro, entrou para a lista de ações classificadas como essenciais para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. O anúncio da inclusão do programa carioca foi feito esta semana na plataforma online oficial da Organização, que registra os projetos comprometidos com uma agenda mundial de desenvolvimento sustentável, que deve ser cumprida até o ano de 2030.

O texto publicado na plataforma sobre o projeto brasileiro ressalta que o Hortas Cariocas “incentiva a agroecologia urbana e dá acesso a alimentos saudáveis nas regiões mais vulneráveis da cidade”. O site afirma ainda que “ao identificar áreas com potencial para hortas urbanas, o projeto oferece à população local insumos e materiais para o desenvolvimento da agricultura orgânica, além de promover a educação ambiental”.

 

Hortas Cariocas: 33 toneladas de alimentos já foram distribuídos desde o início da pandemia. Foto: Marcos Antonio Rezende / Prefeiturado Rio

 

O Hortas Cariocas, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, foi um dos programas utilizados pela Prefeitura do Rio para atenuar as dificuldades de acesso à alimentação pelas populações em situação de vulnerabilidade durante a Pandemia da Covid-19. As 42 unidades do programa (18 localizadas em escolas municipais e 24 em comunidades) foram orientadas a doar toda a produção de alimentos para as famílias de baixa renda nas comunidades. Desde março, já foram doadas mais de 33 toneladas de alimentos beneficiando 4 mil famílias.

– A inclusão do Hortas Cariocas na lista de projetos parceiros da ONU para  o desenvolvimento sustentável é o reconhecimento do acerto da estratégia da Prefeitura do Rio de concentrar as ações do programa para quem mais precisa neste momento da pandemia, que é a população em situação de vulnerabilidade social – destacou o Secretário  Municipal de Meio Ambiente, Bernardo Egas.

Prêmio Internacional

 

 

Hortas Cariocas é um programa que dá acesso a alimentação saudável. Foto: Marcos Antonio Rezende / Prefeiturado Rio

 

O ato da ONU incluindo o Hortas Cariocas na plataforma online atendeu a uma iniciativa da Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio que, no início do mês, inscreveu o programa carioca como candidato a integrar a lista oficial da entidade de projetos aceleradores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (UD SDG Accelerated Actions). A inclusão do programa carioca pode ser vista neste link (clique aqui).

No ano passado, o programa Hortas Cariocas já havia recebido um reconhecimento internacional ao ganhar em outubro, em Montpellier, na França, o prêmio de menção honrosa na categoria Food Production (Sistemas Alimentares Urbanos), concorrendo com 104 candidaturas das principais cidades signatárias do Pacto de Milão, que busca replicar bons exemplos de sustentabilidade mundo afora.

Produzindo cerca de 70 toneladas/ano em alimentos orgânicos biofortificados, entre frutas, verduras e legumes, o programa entra agora entra em uma nova fase com a introdução de proteína animal no cardápio oferecido pelas 42 unidades.

Em setembro está prevista a inauguração do sistema de aquaponia, que é a integração da aquicultura com a hidroponia, possibilitando, em um só sistema, a produção de peixes e vegetais utilizando a mesma água num mecanismo de recirculação. Com isso, os dejetos produzidos pelos peixes podem ser aproveitados como fonte de nutrientes pelos vegetais que, por sua vez, melhoram a qualidade da água que retorna aos peixes. O projeto piloto para criação de tilápias está em fase final de montagem na Horta do Jardim Anil, em Jacarepaguá.

 

Hortas Cariocas: atendimento à população em vulnerabilidade social. Foto: Marcos Antonio Rezende / Prefeiturado Rio