Força-tarefa derruba construções irregulares no Morro do Quieto, em Sampaio

Publicado em 31/03/2022 - 12:04 | Atualizado
A operação derrubou construções irregulares no Morro do Quieto - Prefeitura do Rio

A Secretaria de Meio Ambiente do Rio, com apoio da Polícia Militar e da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), fez, nesta quinta-feira (31/03), uma operação para demolir construções irregulares numa expansão da comunidade do Quieto, na entrada do Túnel Noel Rosa, no bairro de Sampaio, Zona Norte da cidade.

A força-tarefa agiu após denúncias da expansão em área de reflorestamento. Com apoio de policiais da UPP do São João, Matriz e Quieto, a Prefeitura fez uma vistoria nos últimos dias e constatou a invasão de oito estruturas que desmataram vegetação de Mata Atlântica. As construções estavam desocupadas.

– Continuaremos a agir com firmeza em defesa do meio ambiente e das vidas das pessoas. Estamos evitando tragédias. O vale-tudo em ocupações de encostas com florestas acabou – destacou o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere.

O Plano Diretor da cidade restringe a ocupação nessa área. Por ser um território de difícil acesso com inclinação elevada e dominada pelo tráfico de drogas, as casas vinham sendo erguidas aos poucos. As demolições foram feitas manualmente devido à impossibilidade de máquinas cumprirem o trajeto. Essa é a terceira operação da Prefeitura para demolir construções irregulares na região na qual, em outubro de 2009, bandidos abateram um helicóptero da PM.

– Com a retirada das construções será possível fazer a recuperação ambiental da área. A ocupação era de altíssimo risco para as pessoas – reforçou o coordenador de Defesa Ambiental da Prefeitura, José Maurício Padrone.

  • 31 de março de 2022