Construções irregulares são destruídas no Morro da Babilônia em cumprimento a uma decisão judicial

Publicado em 30/07/2021 - 12:42 | Atualizado
A operação no Morro da Babilônia cumpriu uma decisão judicial - Prefeitura do Rio

A Prefeitura, por meio de ação conjunta entre as secretarias municipais de Conservação (Seconserva) e de Meio Ambiente, atendeu a uma determinação judicial e fez uma operação, nesta sexta-feira (30/07), para coibir o avanço do desmatamento e a ampliação da ocupação irregular no Morro da Babilônia, no Leme. O trabalho contou com o apoio da UPP Babilônia, da Polícia Militar. Foram retiradas, manualmente, dez construções sem possibilidade de legalização.

A equipe da Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (Coope), vinculada à Seconserva, demoliu nove edificações irregulares e desocupadas, que seriam destinadas a residências, e uma de uso comercial, sendo que todas estavam em fase inicial de obras. Os responsáveis por 12 imóveis já ocupados também foram notificados, pois as construções não tinham licenciamento urbanístico nem ambiental. Nesses casos, os processos serão encaminhados à Secretaria Municipal de Habitação.

O trabalho contou com o suporte da Coordenadoria Geral de Operações Especiais (CGOE) e da Coordenadoria Geral de Defesa Ambiental (CGDA). Ao todo, participaram da ação 30 servidores.

  • 30 de julho de 2021