Artigo: Floresta dos Atletas, resolvendo o passado e olhando o futuro

Publicado em 24/09/2019 - 10:54 | Atualizado em 24/09/2019 - 12:34
A Secretaria municipal de Meio Ambiente promove plantios de mudas junto a creches e escolas, como foi em julho, no Dia de Proteção das Florestas, quando houve distribuição de sementes de árvores da Mata Atlântica. Fotos Marcelo Piu / Prefeitura do RioA Secretaria municipal de Meio Ambiente promove plantios de mudas junto a creches e escolas, como foi em julho, no Dia de Proteção das Florestas, quando houve distribuição de sementes de árvores da Mata Atlântica. Fotos Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

Em artigo publicado nesta terça-feira, 24 de setembro, no jornal O Dia, o secretário municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, Marcelo Queiroz, anuncia que será dado início, pela Prefeitura, ao plantio da Floresta dos Atletas e do Bosque dos Medalhistas.

 

“Serão 13.725 mudas de 207 espécies nativas da Mata Atlântica”

 

Leia a íntegra do artigo:

Resolver problemas, estabelecer prioridades, dialogar com os atores públicos e privados, priorizando o bem-estar da população, são caminhos para resolver os maiores desafios na gestão pública. O lema é agir!

A Prefeitura do Rio de Janeiro dará início ao plantio da Floresta dos Atletas e do Bosque dos Medalhistas. Serão 13.725 mudas de 207 espécies nativas da Mata Atlântica, que serão plantadas no Parque Radical de Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, durante os próximos meses.

As mudas são provenientes de sementes plantadas em tubos, cada uma por um dos atletas participantes dos Jogos Olímpicos Rio 2016, durante a Cerimônia de Abertura. Trata-se do cumprimento de um compromisso firmado diante de milhões de telespectadores que assistiram à cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Mas isso não basta! Na visão da Secretaria de Meio Ambiente que conta com todo o apoio do Prefeito Marcelo Crivella, mesmo necessária, esta não poderia ser mais uma ação isolada, desconectada de políticas públicas mais abrangentes.

Assim, a Floresta dos Atletas será parte de um programa de reflorestamento que visa melhorar a qualidade do ar, proteger nascentes e áreas de recarga dos recursos hídricos subterrâneos e contribuir com ações mitigadoras das mudanças climáticas.

Simultaneamente, a Secretaria lançará a Floresta da Zona Oeste, um amplo projeto de reflorestamento com espécies nativas que constituirá, ao lado da Floresta da Tijuca, uma grande área verde urbana. Este empreendimento será realizado em área contígua ao Parque Radical, em um esforço conjunto com o Exército Brasileiro.

A Floresta da Zona Oeste terá um diferencial interessante: será planejada de tal forma que possibilite a posterior implementação de projetos que visem a respectiva sustentabilidade financeira e ecológica. Também será dividida em áreas para facilitar a captação de investimentos por parte de empresas privadas, pessoas físicas e consulados de países interessados em ampliar o espírito das Olimpíadas.

A Prefeitura do Rio de Janeiro está comprometida com o objetivo de que a nossa cidade seja mais verde, sustentável e biodiversa.