Secretaria da Juventude participa da XX Bienal Internacional do Livro com intervenções artísticas e debates sociais

Publicado em 03/12/2021 - 19:01 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Secretaria da Juventude participa da XX Bienal Internacional do Livro com intervenções artísticas e debates sociais
Bienal do Rio 2021 - Bernardo Cordeiro / Prefeitura do Rio

De domingo (05/12) a 12 de dezembro, a Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio) irá compor a programação do maior evento literário do país, a XX Bienal Internacional do Livro 2021. No encontro, sempre das 15h às 16h, a JUVRio apresentará uma série de intervenções artísticas seguidas de debates que acontecerão na arena do 29º festival Paixão de Ler da Secretaria Municipal de Cultura. O espaço, de cem metros quadrados, terá programação literária única, com personalidades que são referência nas artes, no letramento e na oralidade, trazidas por diferentes órgãos da Prefeitura do Rio.

A arena, com capacidade para cem pessoas, ficará no Pavilhão Azul – F02/G03 – do Riocentro, na Avenida Salvador Allende, 6.555, Barra da Tijuca.

O secretário especial da Juventude Carioca, Salvino Oliveira, destaca que a primeira participação da JUVRio na Bienal do Livro é uma oportunidade de aproximar o trabalho da secretaria do público que passará pelo Riocentro, e também ouvir seus anseios, sonhos e desafios.

— O livro é a principal fonte de transformação de vida. Por isso, entendemos a importância da Bienal. Nós da Secretaria da Juventude estamos muito honrados e felizes de poder participar da Bienal do Livro no nosso primeiro ano de existência. Queremos que esse evento e nossas intervenções lembrem à juventude que temos que sonhar mais e promover a mudança que queremos.

Durante uma hora, a programação da JUVRio vai levar ao público da Bienal do Livro performances artísticas de poesia, rap, samba, passinho e SLAM, seguida sempre de um debate sobre os temas trabalhados: sistema prisional, emprego, arte, carnaval, sustentabilidade, literatura e o direito de sonhar. Os presentes vão ganhar um kit papelaria ao final do debate.

Confira a programação da JUVRio na XX Bienal Internacional do Livro 2021.

Reflexões sobre o Sistema Prisional
Datas: 05 e 08/12
Descrição: Propomos um debate que sensibilize os participantes a refletirem sobre a questão prisional na nossa cidade, compreendendo o cenário da juventude que está inserida nessa realidade. Através dessa roda de conversa, convidamos todos a verem para além das grades, rompendo com a invisibilização da juventude carcerária.

Juventude e o Direito de Sonhar – Exposição Mapa dos Sonhos
Datas: 06 e 07/12
Descrição: Neste painel serão apresentadas obras realizadas por jovens que vivenciam múltiplas vulnerabilidades, como desenhos e pinturas. A ideia surgiu de um projeto promovido pela JUVRio de projeção dos sonhos e expectativas de futuro desses jovens acompanhados pela rede de acolhimento e dos Centros de Referência de Assistência Social do município. O debate refletirá sobre a importância da escuta ativa para a possibilidade de realização de sonhos. Será que todos realmente possuem o direito de sonhar?

O Carnaval que queremos
Data: 07/12
Descrição: Vamos debater sobre o carnaval como festa popular democrática, que promove a valorização da cultura nacional e, principalmente, a carioca. Nesse painel o papo será sobre a liberdade de expressão poética promovida por meio das artes que envolvem o carnaval e como ele pode ser um espaço político de visibilidade do povo carioca.

A Arte Rompendo Barreiras – Exposição Vazar o Invisível
Datas: 10 e 11/12
Descrição: O objetivo desse painel é apresentar a expressão da arte dos corpos negros, compreendendo seu pertencimento ao território da cidade por meio do afeto. Vamos dialogar pela arte como uma possibilidade de transformação na vida da juventude carioca, rompendo as barreiras que existem em nossa sociedade.

Sustentabilidade e o Emprego do Futuro
Data: 09/12
Descrição: Discutiremos a sustentabilidade levando em consideração a necessidade de o jovem criar um novo olhar sobre seu papel e ocupação na cidade e no mercado de trabalho. Rompendo com ideias ultrapassadas de desenvolvimento, debateremos sobre o potencial transformador do jovem para criar um futuro mais consciente e sustentável. Quando pensamos na juventude, pensamos no futuro. E é impossível deixar de lado a questão da sustentabilidade no processo de construção do futuro que sonhamos.

Perspectivas sobre a Literatura Infanto-Juvenil Brasileira
Data: 12/12
Descrição: O objetivo desse painel consiste em retratar as experiências infanto-juvenis através de contos que refletem a cultura brasileira. Também, buscaremos estabelecer um diálogo entre o afeto, a psicologia e a arte a partir de uma afro-perspectiva das relações étnico-raciais.

  • 3 de dezembro de 2021
  • Skip to content