Prefeitura anuncia a chegada de investimentos em reurbanização nas zonas Norte e Oeste

Publicado em 17/06/2022 - 19:00 | Atualizado
Começaram as obras do Bairro Maravilha na comunidade do Jiló, na Vila Kennedy - Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio deu início, nesta sexta-feira (17/6), às obras de urbanização e infraestrutura do programa Bairro Maravilha em Rocha Miranda e Vila Kennedy. Por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, ao todo 26 logradouros serão revitalizados com obras de pavimentação, drenagem e saneamento.

– O Bairro Maravilha é a reconstrução da infraestrutura  e urbanização do local. Vamos fazer a drenagem, redes de esgoto e de água, construção de calçadas e a pavimentação das ruas. Quando ficar pronto, vocês verão um bairro completamente novo – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Em Rocha Miranda, na Zona Norte, os serviços de reurbanização vão ser executados em 17 ruas — incluindo vias importantes como Pinhara, Pacoval, Pão de Açúcar e Paulo Vianar —, em uma área total de 58,7 mil m². Já na Vila Kennedy, na Zona Oeste, as melhorias vão chegar a nove ruas da comunidade do Jiló, em um trecho de 9,2 mil m². Os investimentos da Prefeitura nestas áreas, somados, ultrapassam R$ 18,1milhões.

Comunidades Kelson’s, Eternit e Morro do Chaves também vão receber o Bairro Maravilha

Ao lado da secretária de Infraestrutura, Jessick Trairi, o prefeito Eduardo Paes também percorreu outros pontos da Zona Norte e anunciou a chegada do programa Bairro Maravilha nas comunidades Marcílio Dias e  Kelson’s, no Complexo da Maré, Eternit e Morro do Chaves, em Barros Filho. Serão 38 logradouros revitalizados com obras de drenagem, saneamento e recapeamento de pistas. No momento, os projetos estão sendo desenvolvidos para posterior licitação.

Obras de drenagem na Vila Ieda e melhorias para o Conjunto Habitacional Picuí

A equipe também esteve em Bento Ribeiro, na Zona Norte, onde o prefeito Eduardo Paes e o presidente da Rio-Urbe, Rafael Salgueiro, anunciaram aos moradores do conjunto residencial Picuí a chegada das obras de infraestrutura do programa Conjunto Maravilha na unidade.

Responsável pela revitalização dos conjuntos habitacionais do município, o programa vai fazer a recuperação estrutural, além da recomposição de emboço e pintura das fachadas dos 10 blocos de apartamentos. As caixas d’água e cisterna que atendem os moradores serão impermeabilizadas. A cisterna ainda vai ganhar nova pintura, tal como os gradis, portões e muros. O pavimento da área externa e a calçada do conjunto também serão recompostos.

 

Na Zona Oeste, em Campo Grande, Paes anunciou que a Prefeitura vai fazer as obras de drenagem e colocar nova pavimentação nas ruas da Vila Ieda. As vias serão requalificadas com 1.490 metros de galerias pluviais, 12.633 metros quadrados de pavimentação asfáltica e 7.200 metros quadrados de calçada.

Mais cedo, o prefeito se reuniu com empresários no Polo Empresarial da Pavuna. Entre as reivindicações feitas pela categoria, estão a implantação do programa Asfalto Liso nas principais vias do bairro e a instalação de uma câmera ligada diretamente ao Centro de Operações Rio (COR).

– Esse polo é muito importante para a cidade, a Pavuna é a porta de entrada do Rio, em que a maioria das pessoas chega pela Rodovia Presidente Dutra. Não vejo a menor dificuldade em atender os pedidos de vocês, que desenvolvem uma atividade que gera muitos empregos – disse Paes.

Em seguida, Paes foi para Bangu e conheceu as reivindicações  de moradores do Jardim Bangu, do Condomínio AME e da região do Rio da Prata. Logo depois, visitou a Escola Municipal Café Filho, na Vila Kennedy.

 

  • 17 de junho de 2022