Réveillon: Seop e GM distribuem pulseiras de identificação para crianças

Publicado em 29/12/2022 - 13:21 | Atualizado
As pulseiras de identificação serão colocadas nas crianças que vão participar do réveillon na praia de Copacabana - Robert Gomes/Prefeitura do Rio

Guardas municipais que atuarão na Operação Réveillon, da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio), vão distribuir pulseiras de identificação para as crianças que vão participar do espetáculo de fim de ano em Copacabana, na Zona Sul da cidade, neste sábado (31/12). O objetivo é prevenir e evitar casos de crianças perdidas e também conscientizar os responsáveis sobre a importância de adotar medidas de segurança em grandes eventos.

As pulseiras estarão disponíveis com o efetivo em 33 barreiras espalhadas na orla de Copacabana, na altura da Avenida Francisco Otaviano, até o Leme. Os responsáveis poderão se dirigir às viaturas e solicitar a identificação.  As pulseiras são impermeáveis, coloridas e levam o nome da criança e telefone de contato do seu responsável, a fim de localizar os pais caso percam o filho na praia.

A estratégia também é utilizada diariamente pelos guardas do Subgrupamento de Operações de Praia (SGOP),  nas areias, e ajuda a agilizar a localização dos pais quando há crianças perdidas, evitando a necessidade de acionar o Conselho Tutelar. O serviço na faixa de areia também estará disponível.

Sobre a operação para o Réveillon

O esquema especial para celebrar o Réveillon de 2023 contará  com o emprego de 1.517 agentes da Seop e da GM-Rio em ações de ordenamento urbano, de trânsito, além de promover a segurança dos cariocas e turistas que assistirão à queima de fogos. O efetivo atuará em turnos, a partir das 7h do dia 31 de dezembro até o dia 1º de janeiro. Do total de agentes, 355 serão empregados exclusivamente no monitoramento e fiscalização do trânsito.

O esquema contará com apoio de 124 viaturas, entre carros e motos, dez reboques, além dos agentes terem a sua disposição rádios comunicadores, smartphones adquiridos recentemente e pistolas de eletrochoque. Somente nas ações de ordenamento urbano e com foco no bem-estar e segurança dos cidadãos serão 95 postos de atuação da Guarda Municipal na orla e vias de acesso do bairro de Copacabana, com atenção especial a pontos de bloqueio e suporte no entorno dos postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde. Também ocorrerá o patrulhamento motorizado na Enseada de Botafogo, onde haverá estacionamento para os ônibus.

A Seop vai contar com oito bases de apoio pelo bairro de Copacabana, sendo uma fixa, e as demais com carros ou motos de apoio, além do patrulhamento ostensivo do Forte de Copacabana até o Leme. A equipe da secretaria vai coibir os ambulantes e carros estacionados de forma irregular, para proporcionar maior fluidez nas ruas e calçadas do bairro, fiscalizar os ambulantes fixos nas faixas de areia, remover veículos piratas, realizar o atendimento às pessoas em situação de rua, além de manter a ordem e segurança dos passageiros nas viagens de BRT com destino às praias.

  • 29 de dezembro de 2022
  • Skip to content