Reforço na fiscalização na orla resulta em 177 multas de trânsito e 23 infrações sanitárias nesta segunda-feira

Publicado em 06/09/2021 - 20:16 | Atualizado
Operação Verão na orla - Divulgação / Prefeitura do Rio

A operação de reforço na fiscalização da orla da cidade, realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP) e pela Guarda Municipal do Rio (GM-Rio), resultou nesta segunda-feira (06/09) na aplicação de 177 multas de trânsito e na remoção de 22 veículos por estacionamento irregular.  Os fiscais também emitiram 23 multas por infrações sanitárias, todas por falta do uso de máscara, e retiraram uma barraca de camping na Pedra do Arpoador. Outra ação realizada foi a distribuição de dez pulseiras de identificação para crianças na orla.

A operação foi iniciada no dia 26 de agosto e acontece diariamente na orla das zonas Sul e Oeste da cidade. O objetivo é antecipar a ocupação das praias ainda no inverno. O trabalho é integrado com as forças de segurança, como as Polícias Militar e Civil. As diretrizes da operação foram elaboradas após reunião em 25 de agosto, na Subsecretaria de Comando e Controle da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Balanço da operação

De 26 de agosto a 5 de setembro, a Guarda Municipal registrou seis prisões e 53 abordagens diversas de pessoas para averiguação em delegacia. Na parte do ordenamento urbano e do trânsito, foram aplicadas 704 multas para irregularidades diversas de trânsito e 21 infrações sanitárias. Os agentes também apreenderam 584 produtos que estavam sendo comercializados sem autorização, incluindo peças de vestuários, suvenires e também gêneros alimentícios, como camarões. Também foram apreendidos oito coletes usados por guardadores sem autorização, inibindo a prática.

Em relação às posturas nas praias, guardas municipais coibiram dois churrascos na Zona Sul, retiraram uma barraca de camping da areia e coibiram uma prática esportiva em horário e local proibidos. Ainda foram distribuídas 54 pulseiras de identificação e os agentes auxiliaram no reencontro de uma criança perdida.

Agentes da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) fiscalizaram 72 ambulantes e 53 foram removidos por falta de autorização para atuarem na orla. A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER) removeu 433 veículos em ação para coibir o estacionamento irregular em toda a orla entre os dias 4 e 6 de setembro.

Estrutura e efetivo

Cerca de 175 guardas municipais estão atuando na areia, no calçadão e nas vias de acesso às praias que vão do Leme, na Zona Sul, ao Pontal, na Zona Oeste. As ações têm apoio de 24 viaturas, 10 motocicletas e cinco tendas operacionais instaladas em pontos estratégicos na areia.

Além disso, a Subsecretaria de Operações da Seop está realizando ações de fiscalização para combater desordens na orla, como a ocupação indevida do espaço público por ambulantes sem autorização. Equipes do Programa Rio + Seguro, formada por guardas municipais e policiais militares, também estão realizando rondas nas praias de Copacabana e do Leme.

O trabalho das equipes nas ruas conta com apoio do Núcleo de Videopatrulhamento da Guarda Municipal, que monitora 80 câmeras redirecionadas para reproduzir imagens do calçadão e da faixa de areia. Os flagrantes de crimes são enviados pelo celular para os guardas identificarem e abordarem os suspeitos. O material em vídeo também é cedido à Polícia Civil, para auxiliar no registro de ocorrências nas delegacias.

O efetivo empregado pela GM-Rio é de guardas dos grupamentos Marítimo Municipal (GMM), de Operações Especiais (GOE), Tático Móvel (GTM), de Guardas Motociclistas (GGM), Especiais de Trânsito (GETs), de Defesa Ambiental (GDA) e de Cães de Guarda (GCG), que atuam principalmente nos locais de saída das praias, como pontos de ônibus e vias estratégicas.

  • 6 de setembro de 2021