Operação nas praias tem pessoas levadas à delegacia e crianças identificadas pela GM com pulseiras

Publicado em 05/09/2021 - 22:58 | Atualizado
Criança é identificada com pulseira pela Guarda Municipal - Divulgação / Prefeitura do Rio

Neste domingo (05/09), a operação de reforço na fiscalização na orla da cidade realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e pela Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) resultou na condução de quatro pessoas para delegacias na Zona Sul da cidade. Agentes também verificaram o cumprimento às regras de trânsito e das posturas municipais, com coerção ao comércio irregular, e a GM-Rio passou a distribuir pulseiras de identificação para crianças nas praias.

Uma mulher foi detida em flagrante na orla de Copacabana após equipes da GM-Rio receberem denúncia de que ela estaria furtando telefones celulares na praia. Com a suspeita foram encontrados dois aparelhos. Ela foi conduzida para a 12ª DP (Copacabana), onde havia vítimas registrando a ocorrência. Também em Copacabana, guardas municipais detiveram dois homens após denúncia de agressão a funcionários de um restaurante na Rua Júlio de Castilhos e de danificar veículos na região. Eles foram conduzidos para a 13ª DP (Ipanema).

 

Guardas reforçam patrulhamento na praia – Divulgação / Prefeitura do Rio

 

Já em Ipanema, um homem foi conduzido para delegacia após ser flagrado tentando violar um patinete elétrico na Avenida Vieira Souto. Ele foi levado à 14ª DP (Leblon) e liberado após verificação de antecedentes criminais. Como estava sem máscara, recebeu uma infração sanitária. Guardas municipais também aplicaram 42 multas de trânsito e coibiram uma prática esportiva em horário e local proibidos e removeram uma churrasqueira no Recreio dos Bandeirantes. Dois coletes foram apreendidos com flanelinhas.

Ainda neste domingo, agentes da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) da Seop removeram 15 ambulantes por falta de autorização para atuação na orla. A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER) da Seop retiraram 232 veículos na orla das zonas Sul e Oeste, em ação para combate ao estacionamento irregular. O fim de semana teve 49 ambulantes fiscalizados e 37 removidos por falta de autorização, e 410 veículos foram rebocados.

O reforço na fiscalização ocorre diariamente. De 26 de agosto a 4 de setembro foram registradas quatro prisões e 51 abordagens diversas; apreendidos 542 produtos que estavam sendo vendidos por ambulantes sem autorização e aplicadas 639 multas de trânsito e 16 infrações sanitárias. Além disso, removeram uma barraca de camping e apreenderam seis coletes que estavam sendo usados por flanelinhas. Após chamado pela Central 1746, guardas municipais coibiram churrasco na Praia de Botafogo.

O objetivo da operação, iniciada em 26 de agosto, é antecipar a ocupação das praias ainda no inverno, que está terminando com altas temperaturas. O trabalho é integrado com as forças de segurança, como as polícias Militar e Civil, para promover maior sensação de tranquilidade aos banhistas e moradores dos bairros. As diretrizes da operação foram elaboradas após reunião realizada em 25 de agosto na Subsecretaria de Comando e Controle da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

 

Distribuição de pulseiras de identificação

A Guarda Municipal do Rio passou a distribuir, a partir deste domingo, pulseiras de identificação para crianças que vão às praias da cidade. No primeiro dia da ação foram distribuídas 54 pulseiras. O objeto é um importante aliado da instituição na localização de meninos e meninas que se perdem dos responsáveis na orla, pois permitem descobrir quem são os responsáveis pelo menor. As pulseiras são feitas de material impermeável, que não sai na água.

 

Estrutura e efetivo

Cerca de 175 guardas municipais estão atuando na areia, no calçadão e nas vias de acesso às praias que vão do Leme, na Zona Sul, até o Pontal, na Zona Oeste da cidade. As ações têm o apoio de 24 viaturas, 10 motocicletas e cinco tendas operacionais instaladas em pontos estratégicos na areia.

 

Reboques atuam na orla – Divulgação / Prefeitura do Rio

 

Além disso, a Subsecretaria de Operações da Seop está realizando ações de fiscalização para combater desordens na orla, como a ocupação indevida do espaço público por ambulantes sem autorização. Equipes do Programa Rio + Seguro, formada por guardas municipais e policiais militares, também estão realizando rondas nas praias de Copacabana e do Leme.

O trabalho das equipes nas ruas conta com apoio do Núcleo de Videopatrulhamento da Guarda Municipal, que monitora 80 câmeras redirecionadas para reproduzir imagens do calçadão e da faixa de areia. Os flagrantes de crimes são enviados pelo celular para os guardas identificarem e abordarem os suspeitos. O material em vídeo também é cedido à Polícia Civil, para auxiliar no registro de ocorrências nas delegacias.

O efetivo empregado pela GM-Rio é de guardas dos grupamentos Marítimo Municipal (GMM), de Operações Especiais (GOE), Tático Móvel (GTM), de Guardas Motociclistas (GGM), Especiais de Trânsito (GETs), de Defesa Ambiental (GDA) e de Cães de Guarda (GCG), que atuam principalmente nos locais de saída das praias, como pontos de ônibus e vias estratégicas.

  • 5 de setembro de 2021