Fundação João Goulart apoia campanha no Outubro Rosa

Publicado em 18/10/2021 - 10:49 | Atualizado em 18/10/2021 - 16:08
  • Início/
  • /
  • Fundação João Goulart apoia campanha no Outubro Rosa

Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. Todos devem participar de alguma forma. A Fundação João Goulart está dentro desse movimento, reforçando o compromisso em divulgar esta campanha tão importante para as mulheres, e estimular a participação de servidores(as), gestores(as), Líderes Cariocas e servidores(as) em cargos de liderança em toda a Prefeitura do Rio.

No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) divulgou uma estimativa para os anos de 2020 a 2022 de 66.280 diagnósticos da doença nesse período. Isso significa um risco de 61,61 casos em cada grupo de 100 mil mulheres.

Jana Libman, Líder Carioca da Comlurb e Embaixadora da Ação do Outubro Rosa de 2021, traz uma reflexão sobre a importância do autocuidado como um ato de amor para a prevenção do câncer de mama.

AUTOCUIDADO=AUTOAMOR

Todo dia é dia de autocuidado. De começar algo novo, ou de recomeçar algo que ficou perdido no passado. De descobrir novas paixões e novos sabores. De criar metas, traçar destinos nunca imaginados, interagir mais com pessoas que nos amam e nos colocam pra cima. Cuidar do corpo, da mente, das emoções, alimentar-se bem, fazer exercícios, dançar como se não houvesse amanhã. Tudo isso ajuda a ter um corpo mais saudável, disposto, pronto para desfrutar e viver os sonhos que trazem alegria e sentido para a vida.

Por isso é tão importante estar com a saúde em dia: realizar exames periódicos, dar atenção aos sinais e mensagens do corpo e, para as mulheres, fazer a mamografia. Estamos em pleno Outubro Rosa e, segundo dados do INCA, o câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil, sendo a mais frequente em quase todas as regiões brasileiras. Em 2021, estima-se que ocorrerão 66.280 casos novos da doença, o que equivale a uma taxa de incidência de 43,74 casos por 100.000 mulheres. 

A boa notícia é que, quanto mais precoce o diagnóstico e o tratamento, quanto mais acolhedora e afetuosa for a rede de apoio, mais chances de cura a paciente tem, chegando a um percentual de 95%. É importante que a mulher conheça suas mamas, faça o autoexame com regularidade e se perceber qualquer diferença ou alteração, deve imediatamente procurar um mastologista.

A vida não espera, o autocuidado também não. Se é para se cuidar, que seja hoje, que seja agora, que seja urgente. Faça do autocuidado e do autoexame um hábito. Permita-se todos os dias fazer algo que gosta, que te deixa feliz, que faz seus olhos brilharem e seu sorriso ficar mais radiante. Cuidar-se é um exercício de autoamor. E quanto mais a gente se ama, mais esse amor transborda e envolve quem nos cerca.

Categoria:

  • 18 de outubro de 2021