Prefeitura do Rio vai dar incentivo fiscal para empresas da cadeia de crédito de carbono

Publicado em 31/03/2022 - 19:51 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura do Rio vai dar incentivo fiscal para empresas da cadeia de crédito de carbono

A Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento do Rio anunciou que a Prefeitura do Rio vai conceder incentivo fiscal para empresas da cadeia de crédito de carbono que se instalarem na cidade. Com a medida, a Prefeitura prevê acelerar de 5% para 8,3% a meta de neutralização de emissão de CO2 na cidade, prevista no Plano Estratégico Rio 2021-2024.

Para viabilizar a iniciativa, o Poder Executivo enviou nesta quinta-feira (31/03) para a Câmara Municipal um projeto de lei que prevê a redução, de 5% para 2%, da alíquota do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) incidente sobre as atividades de desenvolvimento e auditoria de projetos de créditos de carbono, além das atividades de registro de créditos de carbono e de disponibilização de plataformas de transação de créditos de carbono.

A proposta é que o incentivo tenha caráter temporário, vigorando até o final de 2030. A proposta prevê, ainda, que a eficiência e efetividade dos benefícios concedidos seja avaliada anualmente, de acordo com critérios e metas anuais de desempenho.

 

– O nosso objetivo é retomar a vocação do Rio de ser a capital verde do país e, além disso, criar um ecossistema ideal para o estabelecimento de um hub do mercado de crédito de carbono na cidade – afirma o secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo Carvalho.

 

Além desta medida, o município prevê um fomento de R$ 60 milhões ao ano que poderão ser abatidos do ISS de compradores de créditos de carbono. Essa amortização será dividida pelo conjunto de todos os contribuintes beneficiados e compensada por meio da economia gerada pela parceria público privada da iluminação pública.

 

  • 31 de março de 2022