Secretaria da Mulher e Observatório de Juventude lançam programa para jovens empreendedoras

Publicado em 09/11/2022 - 14:53 | Atualizado

O Observatório Internacional de Juventude (OIJ), em parceria com a Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher, realiza neste mês de novembro as inscrições para o programa E.L.A. O projeto incentiva a formação e empoderamento de jovens mulheres, que sejam mães ou gestantes, moradoras de favelas e áreas periféricas. A ação consiste em disponibilizar especialistas em gestão de projetos, em pequenas empresas e negócios para capacitar as empreendedoras.

Segundo o presidente do Observatório Internacional de Juventude, Daniel Calarco, o programa reforça a inclusão de mulheres mães na agenda 2030 da ONU.

– Desta forma vamos diminuir a desigualdade de gênero e impulsionar o debate sobre empreendedorismo feminino.

Serão disponibilizadas 50 vagas, sendo 10 para mulheres inscritas no MEI ( Micro empreendedor individual) e 40 para mulheres empreendedoras não formalizadas com MEI. As 40 primeiras participantes selecionadas, com renda por pessoa de até meio salário mínimo, serão beneficiárias de uma bolsa-auxílio no valor de R$ 400,00 mensal + Auxílio passagem durante três meses de formação pelo projeto Mulheres do Rio.

De acordo com a secretária da Mulher, Joyce Trindade, estimular o desenvolvimento econômico das mulheres vem atender a uma demanda social no Rio de Janeiro.

– Sabemos que a maior parte das famílias em situação de vulnerabilidade são chefiadas por mulheres. Da mesma forma, uma grande parte de mulheres em situação de violência têm dificuldades de quebrar esse ciclo pela falta de renda. Por isso, o empreendedorismo é tão importante para as mulheres.

  • 9 de novembro de 2022
  • Skip to content