Prefeitura amplia o projeto Mulher Cidadã para a Zona Oeste

Publicado em 08/05/2021 - 13:15 | Atualizado em 10/05/2021 - 10:44
Ana Carla (à direita) quer aprender novas técnicas de manicure - Beth Santos/Prefeitura do Rio

Dois meses após o lançamento do projeto Mulher Cidadã na Vila Olímpica Clara Nunes, em Acari, a Secretaria Especial de Políticas e Promoção da Mulher (SPM-Rio) inaugurou, neste sábado (08/05), a segunda sala do projeto, agora no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande. A iniciativa é mais uma parceria com a Secretaria Municipal de Esporte (SMEL) e conta com o apoio da Subprefeitura da Zona Oeste

Na sala foi realizada a primeira oficina: Como ser uma manicure de sucesso? Comandada pelas voluntárias Ana Carolina da Silva e Thayane Cristiane da Silva, da Nailsisters, a aula contou com um momento motivacional, em que as participantes compartilharam um pouco da sua trajetória de superação até chegarem a ter o seu próprio negócio. Na hora da prática, as alunas receberam um kit e aprenderam técnicas de manicure.

– Queremos estar perto das mulheres da cidade, construindo redes de saberes e garantindo o acesso aos nossos serviços, especialmente para as mulheres em situação de violência ou vulnerabilidade – afirmou Joyce Trindade, Secretária de Políticas e Promoção da Mulher.

Ao longo dos meses de maio e junho, haverá também oficinas de empreendedorismo, com foco no desenvolvimento de ferramentas de marketing; e de fotografia com celular, na qual as alunas aprenderão as técnicas para se obter uma boa foto, composição e luz, além do uso de aplicativos para tratamento de imagem e sua divulgação em redes sociais. Todas as oficinas serão oferecidas por voluntárias da região.

O projeto Mulher Cidadã visa criar redes de troca de conhecimento entre as mulheres, por meio de atividades voluntárias. Além disso, busca aproximar os serviços oferecidos pela SPM-Rio a mulheres de toda a cidade, com foco nas regiões com menor índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Já são mais de 130 voluntárias inscritas.

– O projeto é um grande trabalho para impulsionar a cidadania e fortalecer a rede de apoio às mulheres que sofrem violência. Por isso mesmo, ter mais uma vila com o Mulher Cidadã é uma forma de expandir essas ações para outras regiões da cidade. Além disso, mostra que ele já é bem-sucedido e que a parceria entre a SMEL e Secretaria Especial de Políticas e Promoção da Mulher só se fortalece – comemorou Guilherme Schleder, Secretário de Esportes.

A oficina de manicure oferece 20 vagas – Ítalo Boquimpani/Prefeitura do Rio

 

A sala do Mulher Cidadã, no Miécimo da Silva, conta ainda com uma novidade: uma biblioteca comunitária com foco nas mulheres, oferecendo livros com temas que reforçam o empoderamento feminino. Esse espaço é fruto de uma parceria com o Instituto Cultural Rose Marie Muraro, a editora Rosa dos Ventos e a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, por meio da Superintendência de Leitura e Conhecimento, para doação de livros.

Microempreendedora quer se atualizar

A microempreendedora Ana Carla Nascimento, de 34 anos, revelou que se inscreveu no curso com o objetivo de se aperfeiçoar na profissão. Junto com a irmã, ela tem um salão de beleza em Inhoaíba, em Campo Grande, há 10 anos.

– A área da beleza vem se modificando rapidamente  e a gente precisa estar atualizada. Estou aqui em busca de um diferencial nos serviços para oferecer aos meus clientes. Quero sempre aprender as novidades e crescer profissionalmente – disse Ana Carla, que se emocionou ao ouvir o relato de duas irmãs voluntárias no projeto.

– Eu me espelho em vocês porque é uma história muito parecida com a minha e da minha irmã.

As inscrições são feitas por meio do seguinte site. São apenas 20 vagas por oficina devido à pandemia da Covid-19.

Confira os próximos cursos do projeto

11/05 e 18/05 – Apoio Jurídico (Requerimento de pensão, acesso à Justiça)

Esta oficina é destinada aos direitos das mulheres e crianças da Zona Oeste do Rio, cujo objetivo é disseminar a informação jurídica das demandas de família, violência doméstica, previdência, renda e empregabilidade.

15/05 e 22/05 – Empreendedorismo (Estratégia e Marketing)

Como dar os primeiros passos para organizar as ideias de quem já é ou quer ser empreendedora, com foco no desenvolvimento de ferramentas de marketing.

25/05 e 01/06 – Fotografia de celular

A linguagem da fotografia, suas particularidades, composição e formas de captar luz, além do uso de aplicativos fotográficos para tratamento de imagem e a divulgação em redes sociais. Fotografia para empoderamento, engajamento, práticas sociais, afetivas e artísticas.