Prefeitura do Rio inicia projeto educacional sobre maus-tratos e abandono animal nas escolas municipais

Publicado em 09/11/2019 - 20:54 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura do Rio inicia projeto educacional sobre maus-tratos e abandono animal nas escolas municipais
Prefeitura do Rio inicia projeto educacional sobre maus-tratos e abandono animal nas escolas

A Subsecretaria de Bem Estar Animal, em parceria com a Secretaria de Educação, inicia na próxima semana o projeto educacional: ‘Bichinho de Estimação’.

O projeto visa conscientizar e educar nossos jovens contra a crueldade animal, o abandono e os maus-tratos, fomentando a guarda responsável. O intuito é levar à percepção de que os animais são seres sencientes, capazes de sensações e sentimentos, e de que seus direitos devem ser garantidos pelo Estado e respeitados por todos. Para a secretária municipal de Educação, Talma Romero Suane, esta parceria é fundamental para dar maior alcance ao programa. – A Educação é a base do conhecimento e trabalhamos sob diversos prismas para tornar nossos alunos cidadãos cada vez mais plenos e conscientes. Os cuidados com todos os seres vivos são importantes . Temos uma rede de grande capilaridade, com 1.540 unidades escolares e cerca de 650 mil alunos. Vamos impulsionar esta campanha de forma muito positiva – afirma Talma.
A Subsecretaria de Bem Estar Animal vem mapeando as áreas do município com o maior índice de abandono, e, segundo os registros do 1746, a zona oeste, com 40% das chamadas recebidas, vem liderando o ranking. Em segundo lugar, com 20%, está a zona norte. Por isso, a prefeitura vai iniciar o projeto pelas regiões citadas (10ª, 09ª e 08ª CRER), estendendo-o em seguida a toda rede de ensino, incluindo a privada.

Em entrevista, o Subsecretário de Bem Estar Animal, Roberto de Paula, disse:

Prefeitura do Rio inicia projeto educacional sobre maus-tratos e abandono animal nas escolas“Precisamos combater a desinformação em relação ao abandono e maus-tratos de animais em nossa cidade, e só conseguiremos isso através da educação. Desde que cheguei à pasta venho trabalhando essa questão do abandono, e para diminuir esses números é preciso duas coisas: educação para a sociedade e castração para os animais. Estamos trabalhando intensamente nisso, e em breve vamos inaugurar mais unidades de saúde médica veterinária, para a população poder castrar seus animais com segurança. Ainda nesse mês vamos inaugurar uma unidade em Campo Grande e no mês que vem outra em Bangu. Aproveito para dizer que estou muito feliz de iniciar esse projeto em conjunto com a secretaria de educação, e agradeço a secretária Talma pela parceria. Tenho certeza que esse projeto dará bons frutos.”

Na próxima semana, do dia 11 ao dia 14, 116 escolas da 10ª CRER estarão envolvidas na semana da proteção animal, que tratará dos cuidados necessários aos animais, tanto os de estimação quanto os comunitários. Uma equipe da Subem, composta de protetores, médicos veterinários e voluntários, vai percorrer as escolas desenvolvendo esse tema com palestras e atividades pedagógicas.

Prefeitura do Rio inicia projeto educacional sobre maus-tratos e abandono animal nas escolasComo será o Projeto?

Fundamental I:

Os alunos do ensino fundamental I participarão de atividades lúdicas, com imagens, vídeos e desenhos sobre os cuidados com os animais. Após esse conteúdo eles desenvolverão trabalhos de artes, como desenhos e colagens, demonstrando o que observaram em suas casas e comunidades.

Fundamental II:

Os alunos do ensino fundamental II participarão de um debate sobre bem-estar e direitos dos animais, onde serão exibidos vídeos, fotos e conteúdos legislativos sobre a Lei: 6435/2018. Após esse conteúdo eles desenvolverão trabalhos redacionais com as questões: “Como vivem os animais do meu bairro?” e “O que podemos fazer para melhorar a qualidade de vida deles?”.

O projeto ainda contará com a visitação dos alunos ao Centro de Proteção Animal Fazenda Modelo, para que eles possam ter contato com animais que foram abandonados por seus tutores. O CPA/Fazenda Modelo abriga cerca de 800 animais, todos vitimas de abandono e maus-tratos.