Medalhista olímpica Thaissa Barbosa Presti visita escola da Prefeitura na Ilha do Governador para relatar sua trajetória de conquistas aos alunos

Publicado em 29/04/2019 - 15:38 | Atualizado em 29/04/2019 - 15:40
  • Início/
  • /
  • Medalhista olímpica Thaissa Barbosa Presti visita escola da Prefeitura na Ilha do Governador para relatar sua trajetória de conquistas aos alunos
Medalhista olímpica Thaissa Barbosa Presti visita escola da Prefeitura na Ilha do Governador

Em Pequim (2008), Thaissa integrou a equipe brasileira no 4x100m, medalha de bronze do Comitê Olímpico Internacional

Medalhista olímpica Thaissa Barbosa Presti visita escola da Prefeitura na Ilha do GovernadorAlunos da Escola Municipal Olímpica Carioca (EMOC) Nélson Prudêncio, na Ilha do Governador, recebem nesta segunda-feira, 14h, para conhecer diretamente uma história de vitória do atletismo brasileiro, a paulistana Thaissa Barbosa Presti, que nos Jogos de Pequim, em 2008, integrou a equipe brasileira no revezamento 4x100m, que recebeu a medalha de bronze do Comitê Olímpico Internacional. A EMOC é um modelo para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental que integra o esporte e o estudo, implantado pela Secretaria Municipal Educação para dar oportunidade a estudantes com aptidões esportivas de desenvolverem seus potenciais ao mesmo tempo que recebem ensino de qualidade. Esta ação, intitulada Programa Heróis Olímpicos CAIXA, é realizada em uma parceria da SME com a Caixa Econômica Federal. Hoje, na parte da manhã, Thaissa visitou a EMOC Edmundo Bitencourt, em Benfica.

Medalhista olímpica Thaissa Barbosa Presti visita escola da Prefeitura na Ilha do GovernadorAtualmente, a Secretaria Municipal de Educação conta com sete escolas olímpicas, em horário integral, sendo duas direcionadas para os anos iniciais e cinco para os anos finais do Ensino Fundamental. Dependendo da faixa etária, os alunos recebem uma proposta pedagógica fundamentada na apropriação e utilização da cultura corporal do movimento e sua consciência, além de recursos para o cuidado de si e dos outros, no caso dos mais novos, ou promoção de formação do aluno-atleta-cidadão, com uma equipe gestora diferenciada, onde o esporte atua como motivador do desempenho acadêmico, com treinamento esportivo diário, experimentação esportiva e competições.

O Programa Heróis Olímpicos CAIXA realiza ações de estímulo à prática esportiva e ao resgate da cidadania por meio da participação de medalhistas olímpicos em eventos, seminários e palestras. O programa é uma parceria da CAIXA com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Hoje se encerra a série de visitas de atletas olímpicos às EMOCs da Prefeitura do Rio. Além de Thaissa, os medalhistas Arnaldo de Oliveira Silva e André Domingos da Silva, que também se sagraram campeões representando o Brasil em competições de revezamento, participaram de encontros ao longo deste mês com alunos das EMOCs Edmundo Bitencourt, em Benfica; Juan Antônio Samaranch, em Santa Teresa; Félix Miele Venerando, no Caju; Dr Sócrates e Ema D’ávila de Camillis, em Pedra de Guaratiba; e Nicarágua, em Realengo.

Sobre os campeões olímpicos

Arnaldo de Oliveira Silva:

Nascido na cidade do Rio de Janeiro, Arnaldo Oliveira participou dos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, Seul, em 1988, Barcelona, em 1992, e Atlanta, em 1996. Nessa última participação, conquistou a medalha de bronze com a equipe brasileira do revezamento 4x100m. Em 2007, fundou na capital fluminense o projeto social Futuro Olímpico.

André Domingos da Silva:

André Domingos é dono da segunda melhor marca brasileira da história nos 100m rasos. O paulista de Santo André participou dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, Atlanta, em 1996, Sidney, em 2000, e Atenas, em 2004. Como parte das equipes brasileiras do revezamento 4x100m, conquistou as medalhas de bronze, em Atlanta, e prata, em Sidney.

Thaissa Barbosa Presti de Lima:

A paulistana Thaissa Barbosa Presti começou a correr no Japão, onde morou dos dois aos dez anos. Nos Jogos de Pequim, em 2008, integrou a equipe brasileira que ficou em quarto lugar no revezamento 4x100m. Em 2016, com a descoberta do doping das medalhistas de ouro russas, o Comitê Olímpico Internacional deu às brasileiras a medalha de bronze.

Programação:

EMOC Nélson Prudêncio recebe medalhista Thaissa Barbosa Presti
Segunda-feira, 29/4/2019 – 14h
Estr. do Rio Jequiá, S/n – Pitangueiras – Ilha do Governador