SME matricula 1138 alunos em creche em mutirões em parceria com Defensoria Pública

Publicado em 26/03/2019 - 16:15 | Atualizado em 26/03/2019 - 16:34
  • Início/
  • /
  • SME matricula 1138 alunos em creche em mutirões em parceria com Defensoria Pública
SME matricula 1138 alunos em creche em mutirões em parceria com Defensoria Pública

A Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Defensoria Pública, matriculou mais 1138 alunos em creche nos cinco mutirões realizados entre os sábados de fevereiro e março deste ano. Foram atendidas famílias interessadas no projeto educacional do município, voltado a crianças com idades de 6 meses a 3 anos e 11 meses. Os mutirões solucionaram questões como: perda do prazo para matricular os filhos no período estabelecido; busca de vaga em creche mais próxima das residências (as vagas foram incialmente sorteadas); entrada em unidade de horário integral, entre outras.

SME matricula 1138 alunos em creche em mutirões em parceria com Defensoria Pública“As creches da Prefeitura são ótimas, muito organizadas e com professores capacitados e atenciosos. Minha filha mais velha de 5 anos estuda no EDI Compositor Roberto Ribeiro, no Anil, e notei o quanto ela se desenvolveu. Já forma palavras, escreve seu nome completo e sabe quais são as letras do meu nome. Estou feliz com a vaga para o meu filho, agora tenho certeza que terá a mesma oportunidade” explicou Kaique Alaef Fernandes, de 25 anos que saiu do mutirão com a vaga garantida para o pequeno Benício Fernandes, de 2 anos.

Para Elisan Lúcia Gomes, de 21 anos, o mutirão possibilitou que os seus dois filhos, Débora e Arthur, de 9 meses e 4 anos, respectivamente, fossem matriculados na mesma unidade.

SME matricula 1138 alunos em creche em mutirões em parceria com Defensoria Pública“Eles vão ter acesso a uma educação de qualidade e eu vou poder trabalhar tranquila, pois sei que meus filhos estarão sendo bem atendidos” contou a responsável.

A partir do início do ano letivo, ocorrido no dia 11/2, novas vagas foram disponibilizadas, pois muitos pais registraram seus filhos em mais de uma creche inicialmente. Desta forma, houve a liberação de vagas que se encontravam bloqueadas no período de matrícula. O último mutirão realizado na Taquara beneficiou mais 255 crianças.

A crise econômica foi outro motivo que fez com que muitas famílias migrassem da rede particular para a rede municipal de ensino. As pessoas que foram atendidas nestes mutirões fizeram agendamento prévio na DPRJ.

A rede municipal de ensino do Rio de Janeiro é uma das maiores da América do Sul, com cerca de 640 mil alunos, 1.539 escolas e aproximadamente 40 mil professores. Todos os dias são servidos mais de 1,1 milhão de refeições aos alunos da rede municipal de ensino, totalizando mais de 200 milhões de refeições (entre almoço e lanche) por ano.

MAIS VAGAS

No primeiro mutirão realizado em parceria com a Defensoria Pública, no dia 16/2, em Campo Grande, a Secretaria Municipal de Educação matriculou 165 crianças. No dia 23/2, o mutirão foi realizado em Jacarepaguá e 260 alunos foram matriculados. Já no dia 9/03, foram matriculadas 235 crianças no mutirão em Campo Grande. No dia 16/03, no Centro, mais 223 alunos garantiram uma vaga nas creches da Prefeitura. No mutirão do último sábado, dia 23/03, 255 crianças foram matriculadas.

Com parceria entre as duas instituições, mais 1138 vagas de creche foram oferecidas para a população nos cinco mutirões.

“Publicamos um edital oferecendo mais seis mil vagas de creches conveniadas. Os atendimentos serão oferecidos após os trâmites burocráticos”, explica a secretária municipal de Educação, Talma Suane.