Escolas da Prefeitura do Rio vão sediar pré-Bienal do Livro e receber autoras como Thalita Rebouças, Miriam Leitão e Ana Maria Machado

Publicado em 05/07/2019 - 11:00 | Atualizado em 05/07/2019 - 12:02
  • Início/
  • /
  • Escolas da Prefeitura do Rio vão sediar pré-Bienal do Livro e receber autoras como Thalita Rebouças, Miriam Leitão e Ana Maria Machado
Escolas da Prefeitura do Rio vão sediar pré-Bienal do Livro 2019

A 19ª edição da Bienal do Livro começará mais cedo para os alunos das escolas da Prefeitura do Rio. De forma inédita, quatro escritoras já confirmadas para o evento – que acontece no Riocentro, em agosto – visitarão unidades escolares municipais para falar sobre a importância da leitura, divulgar suas histórias e ensinamentos e motivar os estudantes e professores a participarem do maior evento literário do país. O projeto Bienal nas Escolas tem início no próximo dia 8/7, com a participação da jornalista e escritora Miriam Leitão, que falará sobre sua obra infantil “A vida perigosa dos passarinhos pequenos” com alunos do Espaço de Desenvolvimento Infantil Eu Sou, no Tanque. Esta programação é uma parceria entre a Gerência de Leitura da SME e a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro.

Segunda-feira agora, dia 8/7, às 10h, neste primeiro encontro da Bienal nas Escolas, a jornalista especializada em economia e escritora Miriam Leitão vai mudar o discurso habitual para falar sobre a fábula ecológica que defende o meio ambiente e a importância da preservação das árvores que escreveu e é intitulada “A vida perigosa dos passarinhos pequenos”. Miriam Leitão irá conversar com alunos do Espaço de Desenvolvimento Infantil Eu Sou, no Tanque, que também vão assistir a um espetáculo teatral, realizar uma atividade pedagógica e lançar seu próprio livro, a ser criado com o auxílio dos professores.

Já no dia 11/7, quinta-feira da próxima semana, também às 10h, a escritora Thalita Rebouças estará na Escola Municipal Bernardo de Vasconcellos, na Penha, para conhecer 120 de seus leitores. Os estudantes estão produzindo textos baseados nos livros best-sellers da autora como “Fala sério, mãe!”, “Tudo por um popstar” e “Ela disse, ele disse”. Os trabalhos abordam temáticas valorizadas por Thalita: relações entre mãe e filhos, os desafios para mudar de escola, bullying, preconceito e respeito. Ao final do encontro, a autora irá premiar os melhores escritores da escola com livros autografados.

No mês que vem, dia 13/8, às 10h, a Escola Municipal Epitácio Pessoa, no Andaraí, abre as portas para as dicas da jornalista, escritora e influenciadora digital Nathalia Arcuri. Com mais de 3,6 milhões de seguidores no canal “Me Poupe” do Youtube, a autora figura as listas dos mais vendidos com o livro homônimo e se tornou referência na internet quando se fala em educação financeira. Na escola, ela irá discutir com os alunos seus sonhos de curto, médio e longo prazo para discutirem a importância do planejamento financeiro na vida pessoal.

Já a escritora infantil Ana Maria Machado, sexta ocupante da cadeira nº 1 da Academia Brasileira de Letras e ex-presidente da ABL, vai levar o encanto de suas histórias infantis para a Escola Municipal Domingos Bebiano, em Inhaúma, no dia 16/8, às 10h. A autora de obras como “Menina bonita do laço de fita”, “Caro professor” e “Gente bem diferente” encontrará 150 alunos de 4 a 10 anos de idade para falar sobre a temática de suas histórias e a importância da leitura para a vida.

Para a gerente de leitura da SME, Carla Celestino, aproximar os autores dos estudantes é mais uma ação que vai potencializar a paixão pelos livros no coração dos estudantes da rede municipal.

— Ações como essas possibilitam a aproximação dos alunos com o universo literário, com autores, ilustradores, profissionais da área cultural e suas obras, favorecendo não somente o acesso ao livro e a literatura, mas também a promoção da leitura e a formação do leitor.

A SME na Bienal do Livro 2019

Além do projeto inédito Bienal nas Escolas, a Secretaria Municipal de Educação promove, tradicionalmente, a visitação de alunos da rede ao evento e adquire títulos para compor o acervo das 1.540 unidades escolares do município. Também recebem obras diversificadas o Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos, o Instituto Helena Antipoff, a Escola de Formação Paulo Freire, a Sala de Leitura Lourenço Filho, que funciona no prédio central da Prefeitura do Rio, e as 14 Bibliotecas Escolares Municipais distribuídas por todas as regiões da cidade.

Durante o evento, o estande da Secretaria Municipal de Educação vai expor os trabalhos de leitura das unidades escolares. Os alunos que visitarem a Bienal também poderão usar o voucher de livro distribuído na entrada da feira com um título selecionado pela secretaria neste espaço.

  • 5 de julho de 2019