Dedicado à Espanha, Concerto de Natal com orquestra de alunos da Rede emociona público na Cidade das Artes

Publicado em 20/12/2019 - 16:37 | Atualizado em 20/12/2019 - 16:40
  • Início/
  • /
  • Dedicado à Espanha, Concerto de Natal com orquestra de alunos da Rede emociona público na Cidade das Artes
Dedicado à Espanha, Concerto de Natal com orquestra de alunos da Rede emociona público na Barra

Mais de 800 pessoas se emocionaram com a apresentação da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca (OSJC), formada por alunos de escolas municipais, que aconteceu nesta quinta-feira, dia 19/12. A Cidade das Artes foi palco para a noite dedicada à Espanha, que contou com um coro com cerca de 500 vozes, 109 músicos e as participações especiais do violonista espanhol e diretor do Instituto para o Desenvolvimento Musical (IDM) de Valência, David Eres Brun e a Mezzo Soprano, Beatriz Baptista. O espetáculo “Una noche en España” contou ainda com os bailarinos de dança flamenca Milene Miñoz, Miguel Alonso, Eliane Carvalho do Studio Gestão e Davi Caldeira no violão flamenco. A ação é da Secretaria Municipal de Educação, que coordena o programa Orquestra nas Escolas.

Dedicado à Espanha, Concerto de Natal com orquestra de alunos da Rede emociona público na BarraNa plateia, além de pais e convidados estavam a primeira-dama, Sylvia Jane Hodge Crivelli, o Subsecretário de Gestão da Secretaria Municipal de Educação, Claudio Maia Figueiredo – representando a Secretária Talma Romero Suane -, e o Cônsul Geral da Espanha, Luis Prados Covarrubia, que anunciou que a parceria com a OSJC continua no próximo ano.

Quem ainda não teve a chance de assistir a uma das apresentações do circuito de Concertos de Natal do programa Orquestra nas Escolas, iniciativa da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, ainda tem tempo. Nesta sexta-feira (20/12), o Teatro Gonzaguinha recebe às 19h, a Orquestra de Professores do Programa Orquestra nas Escolas e convidados como o regente, David Eres Brun, e os solistas Bartholomeu Wiese, Celso Ramalho e Pedro Costa.

O programa Orquestra nas Escolas, criado pelo prefeito Marcelo Crivella, em 2017, beneficia mais de 11 mil anos, de 52 escolas-polos que recebem a iniciativa.

Ampliação

Na plateia, além de pais e convidados estavam a primeira-dama, Sylvia Jane Hodge Crivelli, o Subsecretário de Gestão da Secretaria Municipal de Educação, Claudio Maia Figueiredo - representando a Secretária Talma Romero Suane -, e o Cônsul Geral da Espanha, Luis Prados Covarrubia, que anunciou que a parceria com a OSJC continua no próximo ano.Neste final de ano, o Orquestra nas Escolas deu largada para uma decisão inédita: incluir os Espaços de Desenvolvimento Infantis (EDIs) como parte do programa, beneficiando mais de 30 mil crianças da pré-escola com formação musical.

Os alunos podem optar pelos seguintes instrumentos: violino, viola, violão, violoncelo, contrabaixo acústico, oboé, fagote, trombone, saxofone, clarinete, bandolim, trompa, tuba, cavaquinho, flauta doce, flauta transversal, percussão, e canto coral.

Para fazer parte da OSJC, os alunos participam de audição e os aprovados passam a ensaiar duas vezes por semana com maestros. Cada integrante da orquestra recebe bolsa-auxílio, além de lanche e vale-transporte. Alunos do 9º ano, quando seguem rumo ao Ensino Médio, têm a oportunidade de se tornar monitores da OSJC e demais orquestras do projeto. Atualmente o programa já conta com 62 monitores.

Em maio deste ano, uma comitiva com 61 estudantes da OSJC se apresentou na Espanha. Os músicos ficaram 12 dias no país europeu, passando por Madri e Valência, em um intercâmbio cultural, com diversas apresentações em salas de música e casas lotadas. Já se apresentaram com a OSJC: Elba Ramalho, Toquinho, Guilherme Arantes, Moraes Moreira, João Bosco e DJ Marlboro.

Serviço da próxima apresentação:

Dia: 20 de dezembro, sexta-feira
Horário: 17h às 18h
Local: Teatro Gonzaguinha
Endereço: Rua Benedito Hipólito, 125, Centro – Rio de Janeiro
Apresentação: Orquestra de Professores; Regência guitarrista espanhol David Eres Brun
Programa:
David Eres Brun, regente convidado
Solistas: Bartholomeu Wiese, Celso Ramalho e Pedro Costa
ANDERSON ALVES. Abertura No.2 – Espanha (estreia mundial)
D. ERES BRUN. Adagio del concierto ‘In nobilem memoriam’
Solista: Pedro Costa, violão
H. VILLA-LOBOS. Concerto para Violão e Orquestra
I. Allegro preciso
II. Andantino e andante
III. Allegretto non tropo
Solista: Bartholomeu Wiese, violão
I. ALBÉNIZ. Cantos de España
I. Preludio
II. Oriental
III. Bajo la palmera
D. ERES BRUN. Novo Atlântico, para 2 violões e orquestra (estreia no Brasil)
I. Genesis
II. Fluvium pacis
III. Mare vitreum
Solistas: Bartholomeu Wiese e Celso Ramalho, violão
A distribuição de convites ocorrerá uma hora antes da apresentação