Canal de vídeos literários para alunos da Prefeitura do Rio alcança 20 mil visualizações em 69 publicações

Publicado em 26/05/2020 - 09:43 | Atualizado em 26/05/2020 - 10:26
Professora conduz leitura sobre Revolta da Vacina: ensinando de maneira lúdica. Foto: divulgação SME

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, publica na internet, nesta terça-feira, 26/05, sete novos vídeos literários para que os estudantes da Rede Municipal de Ensino continuem lendo e aprendendo mais em casa. Desde que foi lançado, em março, o canal Sala de Leitura SME Carioca alcançou mais de 20 mil visualizações em seus 69 vídeos publicados. Na próxima série de vídeos serão realizadas leituras de histórias para o público infantil e jovem, das autoras Sônia Travassos, Tônia Casarin, Adriana Mgdaleno, Alessandra Yusa e dos escritores Luiz Câmara Cascudo e Monteiro Lobato.

O foco da ação desta semana é a inclusão e serão abordados temas importantes para os alunos da Educação Especial, como o autismo e a Libras – Língua Brasileira de Sinais.

O material online poderá ser acessado através da Sala de Leitura Virtual da SME

Estarão disponíveis vídeos de professores e escritores que falarão sobre temas como: os limites da escola em “Bichos-papões de escola”; a literatura e as emoções em “Tenho monstros na barriga – alegria”; criatividade e inventividade em “A grande reunião”; a conscientização do autismo em “Caio Azul”; a infância, o conto e as tradições que fazem parte da nossa vida em “Contos tradicionais de Câmara Cascudo”; a influência das palavras nas pessoas em “A corrida de sapinhos”.

A Sala de Leitura Virual da SME está leva mais leitura para os 650 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino que estão em isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A partir do empenho de professores, escritores e outros parceiros, são publicados, semanalmente, vídeos com foco na promoção da leitura e da literatura para todos os segmentos, da Educação Infantil ao Ensino de Jovens e Adultos. Desde o início da ação, a partir da suspensão das aulas tradicionais, além das mais de 20 mil visualizações, o canal recebeu 1,8 mil novos inscritos. Além de professores, já enviaram vídeos para o canal o imortal da Academia Brasileira de Letras, Arnaldo Niskier, o escritor Pedro Bandeira e o bisneto do escritor Monteiro Lobato, Ricardo Monteiro Lobato, entre outros participantes.

Programação desta semana em detalhes

“Bichos-papões de escola” – A escritora Sônia Travassos fala sobre o seu livro, com ilustrações de Thais Linhares. A história os limites da escola, por meio da figura dos bichos-papões, de forma bem diferente e engraçada. Conta sobre dois deles: um assusta crianças e outro ajuda.

“Tenho monstros na barriga – alegria” – A escritora Tônia Casarin ensina sobre como descobrir sentimentos e lidar com as emoções, com o outros, resolver problemas e até mesmo pedir ajuda. A história fala sobre a alegria e busca desenvolver as competências socioemocionais do aluno, para uma melhor aprendizagem e construção de um mundo melhor. O vídeo estará disponibilizado em Libras.

“A grande reunião” – A professora Adriana Magdaleno lê seu texto autoral, com ilustrações de Regina Celi. A história aborda a vida de personagens que não são humanos, e sim elementos da natureza. É proposto um desafio para os estudantes

“Caio Azul” – A professora Alessandra Yusa vai falar sobre o Autismo por meio de uma história autoral, baseada na sua experiência com seu filho. A ideia é mostrar, de forma lúdica e criativa, como funciona a cabeça de uma pessoa que vive com o autismo.

“Contos Tradicionais de Câmara Cascudo” – A professora e orientadora do Ensino de Jovens e Adultos na Rede Municipal de Ensino, Etany Ewelyn Cardoso, lê textos de Luiz Câmara Cascudo, considerado o maior folclorista brasileiro. As histórias abordam as infâncias, as tradições e histórias que fazem parte da nossa vida.

“A corrida de sapinhos” – Nesta fábula de Monteiro Lobato, a professora Tatiana Hernandes vai mostrar, por meio da história, como as palavras podem influenciar as pessoas, seja de forma positiva ou negativa. Busca fazer com que os alunos reflitam sobre suas atitudes.

 

Sala Virtual de Leitura SME Carioca: opções variadas aos alunos. Foto: divulgação SME
Sala Virtual de Leitura SME Carioca: opções variadas aos alunos. Foto: divulgação SME

 

Sala de Leitura

O canal, lançado recentemente, tem conteúdo produzido exclusivamente por professores e escritores renomados, como o imortal da Academia Brasileira de Letras, Arnaldo Niskier. Agora sob esta nova perspectiva, a partir da quarentena imposta pelo novo coronavírus, este espaço virtual quer garantir a continuidade do trabalho de leitura que em uma situação convencional estaria permeando o aprendizado nas 1.541 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino.

A recomendação é que os professores indiquem o canal para os responsáveis apresentarem aos alunos em casa. Estudantes de outras redes de ensino e anos escolares também estão convidados para conferir a programação.

No aplicativo SME Carioca 2020

Para facilitar, o canal Sala de Leitura SME Carioca foi incluído no aplicativo SME Carioca2020, que já conta com mais de 4,2 milhões milhões de acessos e tem permitido aos estudantes da maior rede municipal de ensino da América Latina darem continuidade aos estudos em casa. O link está disponível na área de Sala de Leitura, que também conta com os seguintes conteúdos: livros para leitura livre – disponibilizados para download gratuito – e desafios e atividades. Acesse aqui o aplicativo.

Os livros disponíveis para leitura livre no aplicativo da SME também podem ser acessados por QR Code.

Para participar

Os professores de sala de leitura ou outras disciplinas que tenham interesse em produzir conteúdo sobre leitura e literatura para o canal Sala de Leitura SME, especialmente enquanto durar a pandemia da COVID-19, devem entrar em contato com a Gerência de Educação de sua Coordenadoria Regional de Educação para verificar a possibilidade de publicação no canal ou enviando e-mail para smeleitura@rioeduca.net.