Projeto Heróis do Tabuleiro reúne 4 mil alunos de escolas municipais, no Riocentro

Publicado em 13/11/2019 - 19:06 | Atualizado em 14/11/2019 - 15:43
  • Início/
  • /
  • Projeto Heróis do Tabuleiro reúne 4 mil alunos de escolas municipais, no Riocentro
Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o Riocentro

Quatro mil alunos da Rede Municipal de Ensino participaram na manhã desta quarta-feira, dia 13/11, do 9º Encontro Anual de Alunos de Xadrez do Heróis do Tabuleiro, inciativa da Coordenação de Projetos de Extensão Curricular da Secretaria Municipal de Educação (SME) que inseriu aulas de xadrez na grade curricular de escolas para ajudar a dinamizar a aprendizagem – com o jogo, os alunos adquirem e desenvolvem suas capacidades de resolução de cálculos, potencializa funções cognitivas como atenção e concentração. Os estudantes enxadristas têm entre 7 e 15 anos. O projeto atende mais de 32 mil alunos em 96 escolas municipais.

Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o RiocentroAula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o Riocentro

A disciplina é ministrada por professores de Educação Física, capacitados em metodologia própria do projeto. Ao incorporar aulas de xadrez na grade curricular das unidades com baixo rendimento, o projeto ajuda os alunos a aprimorarem o aprendizado. Além dos benefícios já mencionados acima, o xadrez também auxilia no desenvolvimento da capacidade de argumentação, da administração de conflitos e no desenvolvimento da empatia. O quantitativo de estudantes jogando simultaneamente em uma mesma arena é um recorde da própria rede municipal. Em 2018, foram reunidos 2 mil estudantes para o encontro anual, concentrados, em silêncio, jogando o que aprenderam ao longo do ano em suas unidades escolares.

Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o RiocentroEsteve presente no encontro a Subsecretária Municipal de Educação, Rejane Pereira Faria da Costa, que ressaltou que o evento coroa uma prática cotidiana de nossas escolas em ter o xadrez como atividade lúdico-pedagógica no reforço escolar.

— Um jogo de tabuleiro tão rico como o xadrez ensina o nosso aluno a respeitar o outro, a potencialidade do outro em si mesmo, na convivência, mas, sobretudo, o respeito – afirma a Subsecretária.

Para Fátima Bispo, professora e organizadora do projeto Heróis do Tabuleiro, este encontro anual é um momento importante para os estudantes e professores, que se dedicam a difundir a prática esportiva intelectual na sala de aula.

Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o Riocentro— Vamos jogar luz sobre o trabalho cotidiano de alunos e professores em prol do sucesso escolar. É o momento de dar uma superdose de autoestima em cada um dos estudantes participantes. É hora de fazê-los se sentirem os maiores e melhores do mundo — explica a professora criadora do projeto, pela 7ª CRE.

O aluno Arthur Batista dos Santos, de 11 anos, e que está no 5º ano, da Escola Municipal Marechal Thaumaturgo de Azevedo, na Taquara, explica que o xadrez o ajudou a melhorar as notas e também na relação interpessoal.

— Minhas notas eram baixas e depois das aulas de xadrez elas melhoraram. Passaram de I para R ou B. Além da minha relação com os meus colegas ter melhorado – explica o aluno.

Segundo a professora do Arthur, Rúbia de Souza Barbosa, o aluno era uma criança muito tímida.

— O Arthur era um aluno muito tímido, com dificuldade de abstração e concentração. Hoje, ele consegue resolver problemas do dia a dia e ainda elabora soluções.

Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o Riocentro  Aula de xadrez, com 4 mil alunos de escolas municipais, agita o Riocentro

O evento contou com o apoio de 105 professores e voluntários. São parceiros do 9º Encontro Anual de Alunos de Xadrez do Heróis do Tabuleiro a empresa patrocinadora GL Events, com apoio da AtacFire, HC Limpeza, Refila e Vertix.

  • 13 de novembro de 2019