Alunos de escolas da Prefeitura do Rio estudam a geografia do Rio aos pés do Cristo Redentor

Publicado em 09/08/2019 - 19:13 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Alunos de escolas da Prefeitura do Rio estudam a geografia do Rio aos pés do Cristo Redentor
Alunos de escolas da Prefeitura do Rio estudam a geografia do Rio aos pés do Cristo Redentor

Com uma vista cinematográfica, junto à estátua do Cristo Redentor, a aula de Geografia fica ainda mais interessante. Foi desta maneira que 44 estudantes da rede municipal de ensino do Rio, participantes do projeto Guarda Mirim, tiveram uma aula informal e muito especial nesta sexta-feira, dia 9/8. Do alto do morro do Corcovado, aos pés da estátua que é a Sétima Maravilha do Mundo desde 2007, os alunos das escolas municipais Princesa Isabel, em Santa Cruz, e Diego Matias Hypólito, em Inhoaíba, estudaram a Geografia da cidade do Rio de Janeiro. A Guarda Mirim é uma parceria entre as secretarias municipais de Educação (SME), Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) e Ordem Pública (SEOP) com a Guarda Municipal (GM-Rio).

– Os alunos estão inseridos em um projeto que busca a valorização da cidadania, a Guarda Mirim. Que está abrindo espaço para que muitos conheçam o Rio dos cartões postais e possam abrir mais seus horizontes, sonhos e esperança. Alguns alunos conversaram com turistas e foi muito interessante. Muitas vezes são alunos que residem distante de locais culturais. Uma disse que só conhece o Rio até Campo Grande. Precisamos fazer nossos alunos voltarem a sonhar – comentou a professora Aura Liane, assessora responsável pelo programa Acesso mais Seguro.

Guarda Mirim

Alunos de escolas da Prefeitura do Rio estudam a geografia do Rio aos pés do Cristo RedentorO projeto foi lançado em maio deste ano pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, em solenidade na sede da Guarda Municipal do Rio. O objetivo da iniciativa é estimular os alunos a exercerem sua cidadania e conscientizá-los sobre a importância de valores morais, éticos e sociais. O projeto-piloto conta com aulas práticas e teóricas e a participação de 120 alunos do 7º e 8º anos do ensino fundamental das duas escolas municipais zona oeste da cidade. Com a proposta, os alunos se tornarão multiplicadores dos conhecimentos para que se estabeleça a “corrente do bem”. Eles repassarão os ensinamentos para pais, responsáveis e amigos, fortalecendo a difusão das mensagens propositivas.

– Temos 650 mil crianças nas nossas escolas e metade delas vem de famílias que recebem a Bolsa Família. São famílias que têm pouco rendimento. A Secretaria de Educação está atenta a isso e, a partir de agora, está promovendo atividades pedagógicas aos sábados para os alunos, que depois almoçam na unidade escolar. Não são atividades obrigatórias, mas são para os que querem e precisam. Parabenizo a iniciativa da Secretaria de Educação pela Guarda Mirim, com a nossa Guarda Municipal – disse o prefeito.

As aulas são ministradas por guardas municipais do Grupamento de Ronda Escolar (GRE) e da Academia da GM-Rio. A iniciativa pretende ainda contribuir para reduzir a evasão escolar e aumentar o rendimento dos alunos. O conteúdo aborda temas transversais ao currículo escolar, como história da cidade do Rio de Janeiro, postura e disciplina, prevenção à violência, educação socioemocional, vivência em direitos humanos, combate ao mosquito da dengue, valorização da mulher, violência doméstica, segurança no trânsito, atendimento pré-hospitalar, sustentabilidade, integração família-escola e segurança física de instalações.

No cronograma também estão previstas visitas ao Corpo de Bombeiros e ao Museu da Light, além de aulas de educação para o trânsito com a equipe da Operação Lei Seca e trilha guiada por guardas municipais.

  • 9 de agosto de 2019