Atividades econômicas nas areias das praias cariocas movimentam R$ 4 bilhões por ano

Publicado em 30/03/2022 - 07:56 | Atualizado em 30/03/2022 - 08:29
Mais de dois mil ambulantes trabalham nas praias da cidade - Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

Que o Rio de Janeiro é conhecido pelas suas praias, o mundo inteiro já sabe. A novidade é que, além de ser importante para o turismo, elas são fundamentais para a economia da cidade. Um estudo inédito da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (Smdeis) estima que o impacto econômico da movimentação nas areias cariocas é de R$ 4 bilhões por ano.

– Além de uma das opções de lazer mais democráticas da cidade, as praias também são essenciais para a economia carioca. Basta ver que os 78 km de faixa de areia que temos movimentam, por ano, o equivalente ao Carnaval, que é o nosso maior evento. Esse estudo prova em números a importância deste tipo de comércio – afirma o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação do Rio, Chicão Bulhões.

A estimativa é baseada no número de ambulantes, incluindo barraqueiros, que constam na Pnad Contínua do IBGE, aliado ao número médio de clientes e de gasto por dia, segundo pesquisa do Sebrae (2016). O estudo não leva em consideração quiosques e restaurantes da orla, apenas o comércio que ocorre na areia.

O estudo também traz dados do Sebrae que fez um levantamento (2016) dos trabalhadores na areia, em sua maioria, homens. Entre os barraqueiros, são 29,3% de mulheres, enquanto nos ambulantes elas são apenas 19,4%. Dos 15 mil ambulantes registrados na Prefeitura, 2.189 (14,2%) trabalham na praia. Sendo 41% na região da Barra da Tijuca e 34% em Copacabana/Leme. Na baixa estação, o gasto médio por cliente entre os ambulantes é de R$ 12, enquanto entre barraqueiros é de R$ 40. Na alta temporada os valores dobram, chegando a R$ 22 entre ambulantes e R$ 81 entre barraqueiros.

No quesito atividade física, a Prefeitura mapeou, em 2021, cerca de 550 escolinhas, sendo a principal modalidade esportiva Futevôlei/Altinha/Futebol/Beach Soccer, correspondente a 24,3%. Em segundo lugar aparece Funcional, com 19,3%, e Beach Tennis, com 17,3%. O Surf/Kitesurf/Body Board/Skimboard totalizam 11,4% do total de escolinhas.

A Prefeitura disponibiliza um efetivo de 218 garis, 35 agentes de limpeza e 50 operadores de máquinas para as praias. E a Operação Verão, que conta com reforço de efetivo de 232 guardas municipais aos finais de semana (quinta a domingo) e feriados.