Prefeitura anuncia a segunda edição do programa Fomento à Cultura Carioca

Publicado em 27/04/2022 - 13:03 | Atualizado em 27/04/2022 - 13:57
A edição 2022 do programa foi lançada em evento no Museu do Amanhã - Beth Santos/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio lançou, nesta quarta-feira (27/4), a segunda edição do Foca – programa de Fomento à Cultura Carioca. Em 2022, o Foca vai disponibilizar R$ 32 milhões para contemplar mais de 400 propostas, um aumento de 60% em relação ao ano passado, quando foram investidos R$ 20 milhões. O anúncio foi feito pelo prefeito Eduardo Paes e pelo secretário de Cultura, Marcus Faustini, em cerimônia no Museu do Amanhã, onde estiveram presentes artistas e produtores. O evento também contou com uma apresentação do cantor e compositor Pedro Miranda.

 

– O nosso esforço, desde o ano passado, em que enfrentamos uma dificuldade de recursos até organizar a Prefeitura, foi cumprir com a missão de trazer de volta o protagonismo cultural da cidade do Rio. E também manifestar o nosso protesto pelo modo como a cultura vem sendo tratada no Brasil nos últimos anos. Quisemos, desde 2021, mostrar que, no Rio, a produção cultural será respeitada – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

 

Na nova edição do edital, a ser lançada em maio, foram incluídas novas linhas e categorias, entre elas uma específica para festivais. A ação faz parte do Plano Estratégico da Prefeitura, que prevê o apoio a 200 festivais até 2024, como parte da retomada do Rio como cidade cultural.

 

– Esse aumento dos recursos vai fazer com que possamos atender a mais projetos na cidade toda. E com um apoio robusto aos festivais. O Rio apoiar festivais ajuda no turismo, na profissionalização da cultura, na oferta de oportunidades culturais. Trata-se de um momento especial para a nossa secretaria, em que confirmamos que no Rio de Janeiro temos políticas para a cultura. E não tem perseguição. Apostamos na recuperação da cultura – disse o secretário Marcus Faustini.

 

Orientação para inscrições

A Secretaria de Cultura (SMC) fará uma série de lives para auxiliar na inscrição e, ao longo do período do edital, será promovida uma campanha de mobilização com oficinas nos territórios periféricos e em favelas. A meta é atingir dez mil inscritos.

Em 2021, o Foca recebeu 5.478 inscrições. Mais da metade dos aprovados (51,54%) vieram das zonas Norte e Oeste do Rio, ou seja, do subúrbio. Mais de 300 propostas foram contempladas e algumas delas já fazem parte do calendário cultural do Rio. Também no ano passado, dos 2.671 inscritos como pessoa física ou microempreendedor, 50,3% se autodeclararam pretos ou pardos e 47,8% foram mulheres.

  • 27 de abril de 2022