No Dia Nacional da Cultura, Prefeitura lança tour em ônibus elétrico por Madureira

Publicado em 05/11/2021 - 13:15 | Atualizado
O ônibus elétrico fará um tour pelos principais pontos culturais de Madureira - Beth Santos/Prefeitura do Rio

No Dia Nacional da Cultura, nesta sexta-feira (5/11), o prefeito Eduardo Paes, os secretários de Cultura, Marcus Faustini, e de Transportes, Maína Celidonio, e o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz, lançaram o programa “Verão Verde”, que levará  cariocas e visitantes a realizar um percurso pelos principais pontos turísticos de Madureira, um dos bairros mais culturais da Zona Norte, com perfil de inovação e economia criativa. O passeio será feito de forma ecologicamente correta, em um veículo sem emissão de ruídos e de gases poluentes. Esse é o primeiro ônibus elétrico a circular na cidade.

O tour terá 10km, com duração de aproximadamente 60 minutos. Começa no Parque Madureira, na Arena Carioca Fernando Torres. Em seguida, passa por: Palácio 450; Portelinha/Feira das Yabás; Portela; Cufa/Viaduto Prefeito Negrão de Lima; Mercadão de Madureira; Estádio Aniceto Moscoso/Madureira Esporte Clube e Império Serrano. A cidade do Rio é a primeira no Brasil a ter um ônibus elétrico em plena atividade cultural.

Ao celebrar  o Dia Nacional da Cultura, Paes mandou uma mensagem em defesa das múltiplas manifestações culturais da cidade.

 

– O Rio é a capital cultural do Brasil. Não vamos aceitar nunca que as manifestações culturais sejam oprimidas. Há dois anos, na Bienal do Livro, vimos a própria Prefeitura cercear o direito de escolha das pessoas naquilo que desejavam ler, com uma dose de preconceito inaceitável. Quero mais uma vez dizer que o Rio será um espaço de resistência, o centro desse renascimento, não só depois da pandemia, mas também desse inverno tenebroso de tanta opressão e de falta de respeito ao diferente e à nossa cultura.

 

O primeiro passeio foi feito por alunos da Escola Municipal Ministro Edgard Romero, de Madureira. O tour gratuito será aberto ao público a partir do próximo dia 13 e se dará sempre aos sábados e domingos, com cinco viagens diárias. O circuito do “Verão Verde” em Madureira funcionará até janeiro e é uma parceria das secretarias de Cultura e de Transportes, com o apoio da Riotur e da subprefeitura da Zona Norte.

 

Os estudantes fizeram questão de registrar o passeio ao lado do prefeito Eduardo Paes – Beth Santos/Prefeitura do Rio

 

O projeto faz parte do programa Zonas de Cultura, iniciativa da Prefeitura do Rio para alavancar a criatividade em várias regiões da cidade e que vai injetar R$ 1,5 milhão em ações culturais somente em Madureira.

 

– Esse projeto é um esforço coletivo de vários órgãos da Prefeitura para que a gente possa gerar mais uma opção de lazer, arte e cultura na cidade. O Zonas de Cultura é um programa que está no Plano Estratégico e pretende mobilizar três milhões de pessoas até 2024. Ano que vem, vamos trabalhar mais ainda para que a cultura volte a ter importância para o desenvolvimento da cidade – disse o secretário de Cultura, Marcus Faustini.

 

A Prefeitura fez uma convocação pública para empresas de novas tecnologias menos poluentes. Serão até quatro veículos em operação, entre elétricos e a gás. Empresa dedicada a soluções em energia, a Enel X Brasil foi escolhida após convocação pública e vai cuidar da operação, manutenção e o custo e instalação de infraestrutura de recarga, além da seleção e do treinamento dos condutores.

 

Totalmente envelopado, o primeiro ônibus elétrico a circular pela cidade é da montadora  BYD, tem chassi de 13,2 metros, piso alto e capacidade para 40 passageiros sentados.

 

– Este é um projeto-piloto para a introdução de uma frota verde. Vamos demonstrar na prática à população como é o transporte que queremos para o Rio no futuro, com alternativas energéticas voltadas à redução da poluição de veículos. O projeto é importante para mostrar a viabilidade das tecnologias veiculares de baixa e zero emissão, além da existência de competitividade neste mercado – destacou a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

 

O ônibus elétrico tem chassi de 13,2 metros e capacidade para 40 passageiros sentados – Beth Santos/Prefeitura do Rio

 

A Enel X é líder global nos setores de soluções de energia avançada e de mobilidade elétrica, com cerca de 175 mil pontos de carregamento públicos e privados de veículos elétricos em todo o mundo.

 

– Na América Latina, a Enel X é líder em mobilidade elétrica e colaborou para a transição energética da frota de importantes cidades, como Santiago e Bogotá. É emblemático para a empresa participar desse momento histórico também para o Rio de Janeiro, uma cidade que está sempre na vanguarda e funciona como referência para todo o país. A entrega para a Prefeitura do Rio é uma demonstração do nosso modelo de negócios. Promover a descarbonização dos centros urbanos, trazendo benefícios para toda a sociedade, é um dos principais objetivos da empresa – disse Carlos Eduardo Cardoso, diretor da Enel X.

 

Por que Madureira?

 

Berço do samba, Madureira abriga duas das principais agremiações carnavalescas do Rio: Portela e o Império Serrano, além da Casa do Jongo da Serrinha. Não à toa, foi o primeiro bairro cultural carioca a receber o programa “Zonas de Cultura”, que tem o objetivo de investir recursos diretamente no bairro para desenvolver a cultura e a economia criativa naquela região e, ao mesmo tempo, ter impacto no território, recomeçando assim o renascimento da cidade.

 

– O passeio por Madureira é uma forma inovadora e segura de reavivar e valorizar a cultura local. Com um grande polo comercial e o terceiro maior parque do Rio, o bairro também é historicamente conhecido como berço do samba e referência no cenário black carioca. Potências como essas precisam ser enaltecidas e, cada vez mais, fortalecermos o processo de madureirizar o Rio – comentou o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz.

 

Guiadas Urbanas

 

O tour será guiado pela equipe da Guiadas Urbanas, a primeira agência de turismo receptivo com atuação exclusiva no subúrbio carioca e em favelas. A população será recebida por técnicos e guias de turismo certificados pelo Ministério do Turismo.

 

Desde 2013, a agência desenvolve um turismo cultural suburbano com foco nos atributos locais e afetivos. Madureira está no portfólio do grupo, assim como Penha, Marechal Hermes, Méier, Cascadura, Irajá, São Cristóvão/Benfica e Morro do Salgueiro.

  • 5 de novembro de 2021