Prefeitura faz operação para demolir estruturas irregulares na Taquara

Publicado em 07/06/2021 - 14:38 | Atualizado em 07/06/2021 - 22:24
As construções irregulares ocupavam a calçada da rua - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

A Prefeitura, por meio de ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e a Subprefeitura de Jacarepaguá, fez nesta segunda-feira (07/06) a remoção de estruturas irregulares erguidas na Taquara, na Zona Oeste.

As equipes da Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (Coope) e da Coordenadoria Geral de Operações Especiais (CGOE), vinculadas à Seconserva, demoliram 15 estruturas metálicas com telhas, de uso comercial, sendo seis quiosques, que ocupavam área de 800 metros quadrados destinada à calçada, na Rua Jordão.

A secretária de Conservação, Anna Laura Secco, acompanhou os trabalhos e ressaltou que é importante combater o uso indevido do espaço público.

 

– Conservar a cidade também é garantir a ordem urbana. Ações como essa na Taquara são fundamentais para dar mais segurança à população. O combate às construções irregulares é uma prioridade da atual gestão. Somente na Zona Oeste, já foram demolidas mais de 180 edificações sem licença, desde janeiro. E isso é só o começo  – afirmou a secretária.

 

Também presente na operação, o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale, reforçou o compromisso do poder público no combate à desordem:

 

– A Prefeitura está atenta e vai continuar coibindo as construções irregulares, especialmente as que estão em áreas que sofrem influência do crime organizado, seja tráfico ou milícia. Vamos seguir agindo para devolver o espaço público ao cidadão.

 

A subprefeita de Jacarepaguá, Talita Galhardo, reforça que todos os órgãos estão alinhados para impedir o crescimento da exploração de áreas públicas.

 

– As pessoas precisam entender que a ocupação de espaços públicos não pode acontecer. Não vamos permitir o loteamento do que é público e aqui no Jordão as calçadas ficarão livres para utilização dos pedestres – afirmou.

 

A ação na Taquara teve o apoio da Guarda Municipal, da Polícia Militar, da Comlurb, da Cedae, da RioLuz e da Light. Também estiveram presentes representantes da Controladoria de Controle Urbano (CCU),  vinculada à Seop.

Participaram da operação 60 servidores, que usaram uma retroescavadeira, três  caminhões e 16 viaturas. Foram retirados quatro caminhões, totalizando cerca de 24 toneladas de entulho.

Foram ainda realizados seis cortes de abastecimento irregular da Cedae e cinco da Light, que eram utilizados pelas construções irregulares.

 

Foram retiradas cerca de 60 toneladas de entulho – Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

 

As construções também usavam ligação irregular de luz e de água – Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

 

Prefeitura retira terraço de prédio em Rio das Pedras

  • 7 de junho de 2021