Prefeitura faz operação para demolir construções irregulares no Recreio

Publicado em 15/04/2021 - 16:02 | Atualizado em 16/04/2021 - 21:03
Foram demolidas 32 edificações destinadas a garagens e depósitos - Divulgação/Prefeitura

A Prefeitura do Rio, por meio de ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e a Subprefeitura da Barra da Tijuca, fez nesta quinta-feira (15/04) a remoção de construções irregulares perto da comunidade Beira Rio, no Recreio, na Zona Oeste.

Foram demolidas 32 edificações destinadas a garagens e depósitos, ocupando cerca de 1.400m² de área coberta, erguidas em área pública na Avenida Célia Ribeiro da Silva Mendes. O trabalho, conduzido pela Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (COOPE), vinculada à Seconserva, ainda incluiu a retirada de três fundações de construções em fase inicial. No caso das construções em estágio mais avançado, foi aberto processo de embargo e será emitida notificação, tendo em vista uma nova ação de demolição, a ser realizada no fim da próxima semana.

A ação no Recreio teve a participação de 45 servidores e contou com a colaboração da Coordenadoria Geral de Operações Especiais – CGOE, da Guarda Municipal, da Polícia Militar, da Comlurb, da RioLuz, da Cedae, da Controladoria de Controle Urbano (CCU) e da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER), vinculada à Seop. No local, havia ligações clandestinas de água e energia abastecendo as construções – o abastecimento foi cortado em 24 pontos de água e em 23 ligações de luz.

Para o trabalho, a equipe usou uma retroescavadeira, um caminhão-reboque, uma carreta, dois caminhões e dez viaturas. Foram retiradas cerca de seis toneladas de entulho.

 

Ação no Recreio teve a participação de 45 servidores – Divulgação/Prefeitura
  • 15 de abril de 2021