Programa Asfalto Liso chega à Zona Norte para recuperar o piso de 106 vias da região

Publicado em 22/02/2022 - 16:01 | Atualizado em 22/02/2022 - 16:02
Asfalto liso chega à Zona Norte - Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Conservação, deu início aos trabalhos do programa Asfalto Liso na Zona Norte. Nesta segunda-feira (21/02) as equipes entraram na Rua São Francisco Xavier, no trecho próximo à Rua Santos Mello e ao Viaduto da Mangueira, seguindo em direção à Rua 24 de Maio. A fim de minimizar o impacto no trânsito, o serviço é realizado das 21h às 6h.

Na Área de Planejamento (AP) 3,que engloba a Zona Norte, 106 vias receberão fresagem e recapeamento, o que representa um total de 115,2 quilômetros de extensão. O orçamento para essa etapa do Asfalto Liso é de cerca de R$ 144 milhões. Até 2024, serão recuperados mais de cinco milhões de metros quadrados de pavimentos em toda a cidade, totalizando 426,3 quilômetros de extensão e contemplando 290 vias.

Além da Rua 24 de Maio, que abrange os bairros de São Francisco Xavier, Rocha, Riachuelo, Sampaio, Engenho Novo e Méier, estão incluídas no Asfalto Liso na Zona Norte as avenidas Marechal Rondon, Braz de Pina e dos Democráticos, bem como as ruas Monsenhor Félix, Aristides Caire, Goiás, Lino Teixeira, Uranos, Barão do Bom Retiro, General Belegarde e Borja Reis, entre outras.

 

– Na escolha das vias são priorizados os grandes corredores, que concentram maior fluxo de veículos – explica a secretária de Conservação, Anna Laura Valente Secco.

 

A tecnologia é uma aliada da Conservação para que o piso das ruas cariocas fique impecável. O diagnóstico de problemas das vias que estão incluídas no programa Asfalto Liso é feito por um equipamento que usa laser para escanear e captar as irregularidades do pavimento, registrando as informações com uma câmera.

 

– Em média, o que os técnicos levariam cerca de dois dias para fazer, o equipamento faz no tempo de ir e voltar por toda a extensão da pista, na velocidade do trânsito – conta a secretária de Conservação.

 

Os principais equipamentos utilizados nesse tipo de serviço são a fresadora, que faz a raspagem do asfalto desgastado, a vibroacabadora, que aplica a massa, e os rolos compressores, que compactam e dão o acabamento na superfície do novo pavimento.

 

Asfalto liso chega à Zona Norte – Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

 

Passo a passo do Asfalto Liso:

1 – É feito o levantamento topográfico da via, a fim de mapear trecho e áreas a serem trabalhados;

2 – É usada a fresadora, que faz a raspagem do asfalto desgastado;

3 – Entra em cena a vibroacabadora, que aplica a massa asfáltica para que os rasteleiros espalhem, garantindo um bom acabamento;

4 – Na sequência, os rolos compressores compactam o asfalto e garantem o acabamento da superfície do novo pavimento. Nessa etapa, os tampões da rede de infraestrutura são renivelados;

5 – Por fim, é feita a nova sinalização horizontal da via (pintura de faixas no chão).

Interdições parciais nas ruas São Francisco Xavier e 24 de Maio para o programa Asfalto Liso

A CET-Rio e a Conservação informam que com o início das obras de pavimentação na Rua São Francisco Xavier e na Rua 24 de Maio será necessário interditar:

Entre os dias 21/02 e 22/05, de segunda a sexta-feira, das 21h às 6h do dia subsequente:

– Uma faixa da Rua São Francisco Xavier, no trecho entre a Rua Santos Mello e a Rua Samuel Guimarães;

– Uma faixa da Rua 24 de Maio, no trecho entre a Rua Samuel Guimarães e a Av. Amaro Cavalcanti.

Os desvios serão realizados na própria pista, no trecho com estreitamento.

Durante o período de obras, a pista ficará fresada e com desnível. Motoristas devem seguir a sinalização implantada na região e respeitar os limites de velocidade que serão estabelecidos.

  • 22 de fevereiro de 2022