Terminal Alvorada é rebatizado em homenagem ao arquiteto e urbanista Jaime Lerner

Publicado em 28/05/2021 - 07:24 | Atualizado em 28/05/2021 - 11:16
O Terminal Alvorada recebeu um complemento no nome em homenagem a Jaime Lerner - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

A Prefeitura publicou nesta sexta-feira (28/05), no Diário Oficial do Município, decreto nomeando o Terminal Rodoviário Alvorada, na Barra da Tijuca, em homenagem ao arquiteto e urbanista Jaime Lerner, falecido nesta quinta (27/05), aos 83 anos. O decreto nº 48.910, assinado pelo prefeito Eduardo Paes, denomina a estação rodoviária, situada no encontro das Avenidas das Américas e Ayrton Senna, como Terminal Alvorada – Arquiteto Jaime Lerner.

A homenagem considera a importância do arquiteto, internacionalmente conhecido por seus projetos, todos voltados para a maior qualidade das cidades. Em algumas de suas afirmações mais famosas, Lerner dizia que “Não há futuro urbano se o transporte depende de veículos particulares” ou ainda que “O carro é o cigarro do futuro”.

Foi ele quem, enquanto prefeito de Curitiba em 1974, implantou um sistema que previa que ônibus trafegassem em canaletas exclusivas, através de terminais integrados. Conhecido como Ligeirinho, o BRT (Bus Rapid Transit) foi elogiado e adotado em pelo menos 177 cidades pelo mundo.

Jaime Lerner atuou em múltiplas funções, conciliando as atividades de arquiteto e urbanista, professor de urbanismo na Universidade Berkeley e presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA). Foi prefeito de Curitiba três vezes, entre os anos 70 e 90, depois atuou como governador do Paraná por dois mandatos consecutivos, de 1995 a 2002.

O arquiteto cooperou diretamente com a cidade do Rio, elaborando estudos urbanísticos e de mobilidade nos anos 80. Além de contribuir decisivamente para o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Rio, finalizado em 2018.

  • 28 de maio de 2021