Programa de redução de acidentes no trânsito começa com cursos para guardas municipais

Publicado em 12/08/2019 - 18:24 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Programa de redução de acidentes no trânsito começa com cursos para guardas municipais
Objetivo é atualizar 40 de um total de 900 guardas. Próxima etapa prevê levar o treinamento a motoristas de ônibus e taxistas. Foto: Divulgação

A primeira fase do “Respeite o Pedestre”, programa da Prefeitura do Rio para redução dos índices de acidentes de trânsito, começou nesta segunda-feira, dia 12, com capacitação de 40 agentes condutores da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio). O objetivo é atualizar a turma em legislação de trânsito, ética e conceitos de humanização com foco na proteção ao pedestre. Ao todo, 900 alunos deverão passar pelo curso, que também será levado para motoristas de outros órgãos, condutores de ônibus e taxistas.

O “Respeite o Pedestre” busca a redução dos acidentes (sobretudo atropelamentos) na área urbana do município do Rio, que é o líder do ranking estadual de mortes (219) e lesões corporais (4.648) no trânsito, segundo o Instituto de Segurança Pública (dados de janeiro a maio de 2019). Parceria entre as secretarias municipais de Ordem Pública e de Transportes, CET-Rio e GM-Rio, o programa trabalha em três linhas de execução: treinamento para condutores, educação de pedestres e orientação e fiscalização das normas. Atividades que envolvam outras formas de atingir o público e integrar órgãos estaduais, como o Detran, também serão estimuladas pelo projeto.

“Seguindo as diretrizes do Prefeito Marcelo Crivella, o programa parte da integração de esforços, entre os órgãos municipais e com o governo estadual, para promover uma maior humanização do trânsito. Dentre todos os elementos, o pedestre é o de maior relevância e vulnerabilidade. Por isso, deve ser priorizado nas políticas públicas relacionadas à área. Cidades como Brasília e Gramado vêm conquistando resultados significativos para a redução de acidentes ao resgatarem um maior respeito ao pedestre”, explica o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola.

Com carga de 16 horas/aula, o treinamento acontece na Academia da GM-Rio, em São Cristóvão, abordando instruções relacionadas ao Código de Trânsito Brasileiro, condução ética e relacionamento interpessoal. Campanhas e ações de conscientização para motoristas e população em geral também estão previstas para a próxima fase do projeto como forma de valorizar o pedestre, reduzir atropelamentos e alertar quanto à responsabilidade com terceiros de quem conduz um veículo.

 

  • 12 de agosto de 2019